Cidades

Município de Itapemirim disponibiliza telefones para denúncias de animais soltos na cidade

COMPARTILHE
223
Advertisement
Advertisement

Nas últimas semanas, a Guarda Civil Municipal de Itapemirim tem atendido constantes denúncias de animais de grande porte soltos em via pública, dificultando o trânsito e colocando em risco a vida de motoristas e motociclistas. Por isso, as Secretarias de Defesa Social e Saúde, fazem um alerta que deixar animais soltos em via pública é crime de omissão, e o proprietário pode ser responsabilizado com multas, mais o pagamento de diárias no Centro de Controle de Zoonoses municipal.

Continua depois da publicidade

O serviço de captura é voltado para animais de grande porte como cavalos, bois, vacas, burros, mulas e porcos, sendo que os cavalos são os mais comuns de serem apreendidos. Estes são levados para o Centro de Controle de Zoonoses municipal de Itapemirim, onde recebem todo cuidado e atendimento veterinário, enquanto aguardam por seus proprietários. Estes, por sua vez, poderão retirar seus animais mediante o pagamento da multa e das diárias enquanto estiverem aos cuidados do município.

Segundo os agentes da Guarda Civil Municipal, o cidadão que visualizar um animal de grande porte em qualquer rua, avenida ou rodovia de Itapemirim, deve ligar imediatamente para os telefones 153 ou 3529-5556 da Guarda. A GCMI será responsável por informar a ocorrência ao Serviço de Coleta de Animais, e acompanhar os funcionários da empresa até o local, para gerenciar o fluxo de trânsito.

A Guarda Municipal lembra ainda sobre os perigos de se ter animais soltos em via pública, pois estes têm reações imprevisíveis e a presença deles na pista pode causar acidentes graves. Vale ratificar que, em caso de acidentes com animais, o proprietário é o responsável por ressarcir os danos materiais dos veículos envolvidos e pode responder ainda por crimes graves em caso de haver vítimas.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].