Aqui nas Cidades

Com carreira internacional, músico de Guaçuí vende discos na Europa e Japão

COMPARTILHE
814
Advertisement
Advertisement

O músico Lucas Arruda, natural de Guaçuí, contou durante uma entrevista ao programa Aqui nas Cidades desta sexta-feira (19) como foi a infância na cidade e as influências que o levaram a uma bem sucedida carreira internacional, vendendo discos na Europa e Japão.
Caminhando para o quarto trabalho da carreira solo, Lucas, que tem 37 anos, disse que, apesar do período difícil imposto pela pandemia em 2020, que ainda persiste nesse ano, está trabalhando em novidades.
“O ano de 2020, e esse agora, estão sendo uma loucura com essa pandemia, dando uma rasteira em todo mundo. A pandemia ninguém esperava, simplesmente você tem o ano inteiro programado e de repente muda tudo. É um momento muito complexo. Tirando essa parte, é preciso estudar, se preparar e estar pronto. Nesse período estou na pré-produção do quarto disco e o processo de gravação será um pouco à distância, um pouco aqui no Brasil, mas já estamos decidindo isso”, contou Lucas.
O motivo de todo esse sucesso fora do Brasil é a referência musical. Como o músico mesmo conta, vários artistas de Guaçuí o inspiraram a seguir em frente. Uma influência que começou no berço.
“Fiz meu primeiro show com 13 anos de idade e a música sempre esteve muito presente na minha casa. Meu pai, minha mãe e meu irmão são músicos, sempre estive em um ambiente cheio de discos, tanto que comecei a tocar violão com nove anos. Uma escolha natural, acho que nunca pensei em fazer outra coisa. Lembro-me muito do Dante, que tocava com meu pai, um grande guitarrista. Fábio Freitas, que era baterista e hoje é cover oficial do Roberto Carlos no Espírito Santo, e um cara muito importante que é o Arênio, baixista que tocava com o meu pai. Ele é um dos músicos mais antigos de Guaçuí. Esses caras que tocavam com meus pais são as principais referências daqui, eu vivia muito a música com a minha família. Lembro do meu pai me levando ao Guaçuí Tênis Club sábado à tarde para ver a passagem de som das bandas, tudo ali, ao lado de casa, essa fase foi muito importante para mim”, relembrou Lucas Arruda.

Continua depois da publicidade

Confira a entrevista completa

 

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here