Segurança

Acusado de matar ex-mulher a pedradas em Guaçuí é preso em operação no Mato Grosso 

COMPARTILHE
5014
Advertisement
Advertisement

Pouco mais de dois meses depois de ter assassinado a ex-companheira a pedradas e jogado o corpo debaixo de uma ponte, na localidade de São Romão, em Guaçuí, o principal suspeito do crime foi encontrado e preso em Sinop, município do Mato Grosso.

Continua depois da publicidade

O autor do feminicídio foi preso durante a Operação Covardia, deflagra nesta sexta-feira (26) pela Delegacia de Guaçuí, com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa da Polícia Civil de Sinop e do Serviço de Inteligencia da PM de Guaçuí.

Erica de Jesus Bonometti, 31 anos, foi sequestrada e morta por Manoel Victor Almeida da Silva, com quem foi casada e tinha dois filhos pequenos. No dia 15 de dezembro do ano passado, a vítima retornava de Dores do Rio Preto para Guaçuí com uma amiga, quando o carro em que elas estavam foi interceptado pelo assassino.

Continua depois da publicidade

Manoel obrigou a ex-mulher a sair do carro e a colocou dentro do veículo dele, fugindo em seguida. Horas depois, Erica foi achada sem vida e apresentava ferimentos na cabeça, inicialmente, causados por uma pedra que estava ao lado do corpo e suja de sangue.

O casal estava separado há pouco tempo, mas o homem não aceitava o fim da relação.

Manoel foi levado para o Centro de Denteação Provisória da cidade mato-grossense e deve ser enviado ao sistema prisional do Espírito Santo nos próximos dias.

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].