Economia

Empresa aposta em diversos gêneros, do funk ao rock

COMPARTILHE
15
Advertisement
Advertisement

Antes do funk, a Hurst Capital adquiriu os direitos de obras do cantor Paulo Ricardo, ex-RPM e ícone do rock nacional. Estão na lista de 590 obras sucessos como Rádio Pirata, Olhar 43 e Vida Real, música de abertura do Big Brother Brasil (BBB), da Rede Globo. A operação ligada a Paulo Ricardo captou R$ 1,5 milhão em investimentos.

Continua depois da publicidade

A fintech também captou R$ 2,5 milhões em investimentos ligados à obra do pianista João Luiz de Avellar, compositor de MPB e bossa nova, e R$ 1,899 milhão em operação vinculada ao compositor Philipe Pancadinha, autor de músicas sertanejas e pagodes.

É dele o sucesso Largado às Traças, dos sertanejos Zé Neto e Cristiano, com 798 milhões de visualizações apenas no YouTube. A operação ligada à CP9/Akira já captou R$ 1,280 milhão.

Advertisement

Os valores ainda são baixos para o mercado brasileiro, mas a experiência internacional sugere que há espaço para crescer. Lá fora, algumas operações com royalties de músicas já movimentam milhões de dólares.

Continua depois da publicidade

Um dos exemplos envolve Bob Dylan – ícone americano e vencedor do prêmio Nobel de Literatura -, que em 2020 vendeu seu catálogo para a Universal. O valor da operação foi estimado em mais de US$ 300 milhões.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fabrício de Castro
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].