Economia

China impõe novas restrições sobre plataformas de empréstimo online

COMPARTILHE
12
Advertisement
Advertisement

O regulador bancário da China determinou uma nova restrição a plataformas de empréstimo online, ao exigir que elas forneçam ao menos 30% do financiamento quando um empréstimo é realizado em conjunto com um banco comercial. A regra entra em vigor em 1º de janeiro de 2022 e busca combater atividades financeiras de alto risco entre companhias do setor, entre elas o Ant Group.

Continua depois da publicidade

A Comissão Regulatória Bancária e de Seguros da China também afirma, em comunicado neste sábado, que o balanço de empréstimos emitidos pelos bancos comerciais em parceria com emprestadores online não pode superar 50% do total do balanço de crédito de cada banco.

No ano passado, a China interrompeu o processo de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Ant Group. A gigante do setor de tecnologia financeira foi apontada como responsável por empréstimos não segurados, que representariam risco para o sistema financeiro do país.

Advertisement

Os bancos comerciais terão de fortalecer sua capacidade de controlar riscos, afirma o comunicado da comissão. Além disso, o processo para avaliar métricas importantes de risco de crédito e de controle de riscos terá de ser conduzido pelos bancos nessas operações, diz ainda a nota. Fonte: Dow Jones Newswires.

Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].