Segurança

Suspeito de manter casa de prostituição clandestina é detido em Guarapari

COMPARTILHE
1128
Advertisement
Advertisement

A equipe da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari, com apoio da Delegacia Especializada de Investigações Criminais, cumpriu um mandado de busca e apreensão, na noite dessa sexta-feira (22), em uma casa de prostituição clandestina localizada no bairro Ipiranga, em Guarapari. No local foram apreendidos um notebook com fotografias íntimas e máquinas de cartão do estabelecimento, além de outros objetos.

Continua depois da publicidade

De acordo com o titular da Dipo, delegado Marcelo Santiago, cinco mulheres estavam na casa no momento da operação. “O proprietário do estabelecimento, um homem de 44 anos, cobrava 50% dos programas que em média custavam R$ 150.00. A casa foi fechada e o homem encaminhado para a Delegacia Regional de Guarapari”, explicou.

Ainda de acordo com a autoridade policial, o proprietário já havia sido preso anteriormente em uma operação policial no mês de outubro do ano passado. “Identificamos que o autor do fato teria reiniciado as atividades criminosas e uma nova operação foi montada. Ele foi autuado, em flagrante delito, pelo crime de rufianismo”, afirmou o delegado.

O suspeito foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].