Política Nacional

Redução de cargos, salários e gratificações na câmara de Anchieta deve economizar R$ 1 milhão

COMPARTILHE
199
Advertisement
Advertisement

O novo presidente da Câmara Municipal de Anchieta, Edson Wando de Souza, o Edinho Edmais, assinou no início desta semana portaria estabelecendo a suspensão do pagamento de funções gratificadas a servidores do Legislativo, o que vai proporcionar economia de R$ 500 mil aos cofres públicos.

Novo presidente da Câmara, Edson Wando de Souza, o Edinho Edmais, adotou medidas que vão proporcionar economia de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.
Continua depois da publicidade

Outra medida anunciada pelo presidente foi a mudança na estrutura administrativa da Câmara. “Hoje, aproximadamente 95% do orçamento do nosso Legislativo está comprometido com pagamento aos servidores, incluindo jetons, salários, gratificações e vale alimentação. Precisamos adequar, porque isso inviabiliza o funcionamento da Casa”, disse Edson.

No projeto, que deverá ser votado na próxima sessão, estão previstas redução no número de cargos comissionados e diminuição de valores salariais. Com essa outra medida a economia vai ultrapassar a casa dos R$ 500 mil, e deve chegar a mais de 1 milhão por ano a menos de gastos.

Com os valores economizados, Edinho pretende investir na recuperação da estrutura da Câmara que está com banheiros interditados, falta de manutenção na rede elétrica e equipamentos de informática e ar condicionado sucateados. “O apoio da mesa diretora da Casa, na pessoa do vice-presidente Renan Delfino e também da secretária Tereza Mezadri tem sido de grande importância, assim como o apoio dos demais vereadores que aprovam essas medidas”, finalizou Edinho.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].