Segurança

Polícia prende em Cachoeiro mais um envolvido na execução de frentista

COMPARTILHE
3079
Advertisement
Advertisement

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta sexta-feira (22), o homem acusado de ser o executor dos disparos que matou o frentista Reginaldo dos Santos Ramos. O crime aconteceu em outubro de 2020. O suspeito tem 22 anos e foi encontrado no bairro Santo Antônio, em Cachoeiro de Itapemirim. À polícia, o rapaz disse que sofreu um acidente automobilístico em dezembro e que não se lembrava de nada que tinha ocorrido.

Continua depois da publicidade

Na última quarta-feira (20), um outro homem também foi preso em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, por envolvimento no crime. Ele confessou ter sido o motorista do veículo que deu fuga para o executor. Foi decretada, ainda, a prisão temporária de um terceiro indivíduo que estaria envolvido no crime. O homem está foragido.

Foto: reprodução

Entenda o caso

Reginaldo trabalhava em um posto de combustíveis 24h, na rua Bernardo Horta, no Guandu, região central de Cachoeiro de Itapemirim, quando foi morto a tiros durante a madrugada do dia 10 de outubro de 2020.

Continua depois da publicidade

Imagens de videomonitoramento mostraram o momento em que a vítima, de 36 anos, foi abordado por um criminoso, às 02h46. Armado, o criminoso pediu que o funcionário entregasse o dinheiro. Sem reagir, o frentista entregou o valor e, mesmo assim, o bandido atirou várias vezes antes de fugir. Reginaldo foi morto com cinco tiros.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].