Cidades

Retrospectiva 2020: as notícias que marcaram o ano no Sul do ES

COMPARTILHE
Fotos: divulgação e reprodução/redes sociais
199
Advertisement
Advertisement

Para muitos, 2020 é um ano para apagar da memória.  Foi um ano de chuvas devastadoras, como há muito não se via, uma pandemia mundial e mortes nas estradas. Por outro lado, foi ano de renovar o Executivo e Legislativo municipal e exercer o direito ao voto, além da divulgação de investimentos importantes para as cidades sulinas.

Confira algumas das notícias que marcaram o ano no Sul do Espírito Santo:

Chuvas

Continua depois da publicidade

Em janeiro, as chuvas devastaram o Sul do Espírito Santo. Em Iconha, uma das cidades mais atingidas, casas e comércios ficaram totalmente destruídos e vidas foram perdidas. Em Alfredo Chaves, um casal de idosos morreu após a casa em que moravam ser soterrada. O neto deles, Luan da Silva, também ficou debaixo dos escombros, mas sobreviveu. Foi também em janeiro que Cachoeiro de Itapemirim enfrentou a maior cheia da sua história. Muitos comércios ficaram tomados pelas águas.

Coronavírus

Entre fevereiro e março, a doença até então desconhecida chegou ao Espírito Santo. As informações, nas primeiras semanas, davam conta de que a paciente zero do novo coronavírus no Estado era uma mulher de Vila Velha. Investigações sanitárias mostraram, no entanto, que a doença circulava há mais tempo em terras capixabas. O primeiro caso em Cachoeiro de Itapemirim foi confirmado no dia 20 de março. Em maio, a cidade teve o primeiro óbito pela doença. Quando parecia que o pior tinha passado, o número de casos voltou a subir e aumentou a quantidade de mortes diárias.

Política

Novembro foi mês de escolher os novos gestores. As eleições de 2020 foram atípicas por conta da pandemia. Mudança de data, protocolos de segurança e horários voltados para os eleitores idosos. Em Cachoeiro de Itapemirim, maior colégio eleitoral do Sul do Estado, o ganhador foi Victor Coelho, que vai ocupar, pela segunda vez, a principal cadeira do Executivo municipal.

Economia

Continua depois da publicidade

A volta da Samarco foi um respiro na economia do Sul capixaba. As atividades no complexo de Ubu, em Anchieta, foram retomadas, após cinco anos de paralisação.  A fábrica de papel da Suzano em Cachoeiro e a nova fábrica da Laticínios Porto Alegre em Rio Novo do Sul também são uma promessa de alavancagem da economia da região. O anúncio da data do início das obras da refinaria no Porto Central, em Presidente Kennedy, mostrou que os municípios do Sul estão cotados para muitos investimentos. Em Cachoeiro, o anúncio da possibilidade de a cidade ganhar uma loja de uma gigante varejista.

Segurança

Foram muitos acidentes trágicos nas estradas sulinas. Em abril, duas pessoas morreram na rodovia que liga Piúma a Anchieta. Em outubro, outras duas pessoas morreram, na estrada que liga Cachoeiro a Alegre. Em dezembro, mais tragédia nas estradas. Pai e filho morreram presos às ferragens em uma batida na ES-162 em Presidente Kennedy. Não foram apenas as estradas e o vírus que levaram vidas. A violência também fez muitas vítimas. Em dezembro, um jovem de 20 anos foi morto em Guaçuí. E, após briga, um casal foi encontrado morto e com os corpos mutilados dentro de residência em Piúma. O caso da menina de 12 anos, grávida, chocou a população, assim como o caso de um jovem que foi preso após jogar óleo quente na mãe e tentar matar filha recém-nascida em Muniz Freire

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].