Eleições 2020

Josué Batista, do PSC, entra na disputa pela Prefeitura de Cachoeiro

COMPARTILHE
Foto: divulgação
566
Advertisement
Advertisement

Um novo nome entrou na disputa pela Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim. A candidatura de Josué Batista, do PSC, entrou no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nos últimos dias. Segundo ele, no dia 14 de agosto foi realizada a convenção partidária e seu nome e o do presidente municipal do partido estavam como pré-candidatos. Como Cachoeiro tem mais de 100 mil habitantes, era preciso aguardar o aval do diretório nacional.

Continua depois da publicidade

“Uma resolução do diretório nacional do partido, publicado no Diário Oficial da União em fevereiro deste ano, diz que toda e qualquer candidatura própria ou coligação majoritária em municípios com até 100 mil eleitores deveria ser encaminhada para homologação da executiva estadual e, naqueles com mais de 100 mil eleitores, também deveria ter homologação no diretório nacional. Eram dois nomes e o diretório poderia se manifestar até o dia 26 de setembro, data final para registro de candidatura”, explicou.

No dia 16 de agosto, segundo Josué Batista, o presidente municipal do partido reuniu-se com seis membros da executiva, fez uma ata complementar e coligou o PSC num projeto de reeleição do atual prefeito. “Porém, no dia 25 de setembro, véspera da data final para registro de candidatura, chegou a resolução da nacional que pedia para a estadual vir a Cachoeiro e realizar uma votação para definir se o partido teria candidatura própria e quem seria o candidato.  A votação foi os membros da executiva municipal provisória e os candidatos a vereadores aprovados na ata da convenção”.

Nessa eleição, segundo Josué, o nome dele foi o escolhido para ser o candidato do partido à Prefeitura de Cachoeiro. “Porém, após a votação do dia 16, o presidente municipal não fez o registro da candidatura. Daí houve essa demora de aparecer o nome no sistema. Nós peticionamos diretamente ao juiz que demorou esse prazo para liberar o registro da candidatura”, relata.

Continua depois da publicidade

O candidato, que tem como vice Antônio Marcos Cruz, também do PSC, avalia estar confiante, mesmo com o prazo mais apertado para começar sua campanha. “Querendo ou não, tivemos um prejuízo de quase dez dias. Mas vamos recuperar esse tempo. Posso citar um versículo bíblico: ‘os últimos serão os primeiros’”, diz, salientando que vai apresentar aos eleitores 20 propostas para o desenvolvimento de Cachoeiro, focadas em geração de emprego e renda.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].