Esporte Nacional

Rins segura Márquez e vence etapa de Aragão; Mir assume a liderança da MotoGP

COMPARTILHE
19
Advertisement
Advertisement

Álex Rins enfim venceu pela primeira vez na atual temporada da MotoGP. Neste domingo, o espanhol da Suzuki segurou a pressão dos concorrente, especialmente as investidas de Álex Márquez, cresceu nas voltas finais e cruzou a linha de chegada em primeiro na etapa de Aragão, na Espanha.

Continua depois da publicidade

Rins foi o oitavo piloto diferente a vencer em dez provas disputadas em 2020, o que mostra o equilibro na atual temporada da MotoGP. Ele teve competência para se defender dos ataques de Márquez, que cometeu um erro que quase o fez ir ao chão. No fim, o espanhol da Honda terminou em segundo.

O pódio foi completo por Joan Mir, que se aproveitou do fato de Fabio Quartararo não ter pontuado para assumir a liderança do Mundial. O espanhol entrou para a história a se tornar o primeiro piloto da Suzuki a liderar o campeonato desde Kenny Roberts, em 2000.

Advertisement

O espanhol Maverick Viñales, da Yamaha, chegou a liderar a corrida, mas terminou a prova na quarta posição, logo à frente do japonês Takaaki Nakagami, da LCR Honda. O sexto colocado foi o ítalo-brasileiro Franco Morbidelli, da Ducati.

Continua depois da publicidade

O italiano Andrea Dovizioso teve uma performance discreta no circuito espanhol e fechou o dia em sétimo. O britânico Cal Crutchlow, da LRC Honda, o australiano Jack Miller, da Pramac, e o francês Johann Zarco, da Esponsorama, completaram o grupo dos dez primeiros em Aragão.

Fabio Quartararo, que largara na pole, teve um domingo para se esquecer. O francês da Yamaha SRT despencou do pelotão ao perder rendimento e terminou a prova apenas no 18º lugar.

O resultado ruim o fez cair para a vice-liderança do Mundial, que tem como novo líder Joan Mir. O espanhol lidera com 121 pontos, cinco a mais que o piloto francês. Viñales aparece em terceiro, com 109, três a mais que Dovizioso, o quarto. Nakagami tem 92 e é o quinto colocado.

Continua depois da publicidade

Com o teste positivo de covid-19, Valentino Rossi não participou das atividades do fim de semana e a Yamaha preferiu não colocar nenhum piloto em seu lugar. Com a ausência de veterano italiano e do espanhol Marc Márquez, que ainda se recupera de uma fratura no braço direito, o grid não contou com nenhum piloto campeão da MotoGP, algo que não acontecia desde 1999.

Os pilotos voltam a acelerar no próximo fim de semana, para a etapa de Teruel, também na Espanha. Será a 11ª de 14 corridas da temporada 2020 da MotoGP.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.