Esporte Nacional

Jessica Andrade nocauteia Katlyn Chookagian e alcança marca inédita no UFC

COMPARTILHE
12
Advertisement
Advertisement

Ex-campeã do peso-palha do UFC, Jessica Andrade estreou na divisão dos moscas da melhor forma possível. “Bate-Estaca” derrotou a americana Katlyn Chookagian, 1ª colocada do ranking da categoria, por nocaute no primeiro round no UFC disputado na “Ilha da Luta”, em Abu Dhabi, Emirados Árabes.

Continua depois da publicidade

Após a contundente vitória, a brasileira se tornou a primeira mulher na história do Ultimate a conquistar triunfos em três categorias distintas. Empolgada, ela já lançou o desafio à atual campeã dos moscas, Valentina Shevchenko.

“Agora sou a número um do peso-mosca e quero ter a oportunidade de lutar contra a Valentina. A gente treinou muito isso no vestiário. O mestre me disse para atacar o corpo, porque ela teria perdido muito peso e estaria desgastada, e foi o que aconteceu. A estratégia foi montada no vestiário e funcionou”, afirmou a vencedora após o combate.

Advertisement

Jéssica teve uma grande exibição. Mesmo com grande desvantagem de envergadura, a brasileira conseguiu encurtar a distância, trabalhar bem os golpes e levar Chookagian ao chão ainda no primeiro round.

Continua depois da publicidade

A americana esboçou tentativas de finalização para voltar a ficar em pé, o que não diminuiu o ímpeto e a pressão de Bate-Estaca. Jéssica acertou um duro golpe no abdômen, que fez Katlyn se curvar e recuar. Nos segundos finais do assalto, a brasileira acelerou o ritmo para tentar encerrar o duelo, e conseguiu desferir outro duro gancho no corpo da oponente, decretando o nocaute técnico aos 4min55s.

Outros três brasileiros subiram no octógono na Ilha da Luta e todos saíram sem vitória. Pelo card principal, no duelo entre dois experientes meio-médios, Cláudio “Hannibal” Silva perdeu para o americano James Krause e viu ruir a sua sequência de 14 triunfos seguidos. A vitória foi por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27).

Retornando ao octógono após quase três anos e em uma divisão acima da habitual, o brasileiro Thomas Almeida foi superado pelo americano Jonathan Martinez por decisão unânime (triplo 30-27) no confronto de abertura do card principal, pelo peso-pena.

Continua depois da publicidade

Na penúltima luta do card preliminar do evento em Abu Dhabi, a brasileira Poliana Botelho foi dominada no chão pela canadense peso-mosca Gillian Robertson e acabou derrotada por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-27 e 29-27). A mineira não teve uma estratégia eficaz e não conseguiu se desvencilhar do jogo de chão da oponente.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.