Eleições 2020

TSE pode proibir o impulsionamento pago de propaganda nas redes sociais

COMPARTILHE
264
Advertisement
Advertisement

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) poderá proibir o impulsionamento de propaganda eleitoral nas redes sociais. De acordo com o jornal O Globo, o TSE vai se reunir nesta semana para continuar a votação virtual da ação que poderá (ou não) vetar o uso do fundo partidário para esse tipo de propaganda. Até o momento, dois votos já foram dados, um a favor e o outro, contra.

Continua depois da publicidade

Atualmente, é permitido que os candidatos publiquem propagandas em plataformas como Twitter, Instagram e Facebook, impulsionem o alcance das publicações, ou seja, eles podem patrocinar o conteúdo para que ele chegue a um maior número de pessoas.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].