Segurança

Trabalhador rural é encontrado morto com seis tiros na cabeça em Venda Nova do Imigrante

COMPARTILHE
1592
Advertisement
Advertisement

Um trabalhador rural de 38 anos foi brutalmente assassinado, possivelmente, na madrugada desta quarta-feira (16), e seu corpo encontrado na tarde do mesmo dia, na localidade “do Brambila”, na subida para o distrito de Alto Caxixe, zona rural de Venda Nova do Imigrante.

Continua depois da publicidade

Rafael da Silva Souza estava deitado ao lado de uma cruz, com as mãos amarradas para trás e com seis tiros na cabeça. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, o corpo do homem foi jogado em meio à vegetação.

Os militares chegaram ao local, isolaram a área e acionaram a perícia da Polícia Civil que constatou a morte por disparos de arma de fogo. O corpo foi encaminhado para o Serviço Médico Legal.

Inicialmente, a ocorrência foi repassada como homicídio, mas, após indícios de arrombamento na casa da vítima, que fica na localidade da Peçanha, em Domingos Martins, o caso deve ser tratado como latrocínio.

Continua depois da publicidade

Em nota, a Polícia Civil afirmou que não repassará detalhes sobre o caso para não atrapalhar as investigações, veja.

A Polícia Civil informa que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova do Imigrante. Até o momento nenhum suspeito foi detido e outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada.

A Polícia Civil destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas.

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here