Eleições 2020

Pré-candidato a prefeito, Rubens Moreira quer atrair empresas e gerar empregos em Presidente Kennedy

COMPARTILHE
Foto: Reprodução/Redes Sociais
392
Advertisement
Advertisement

Com vasta experiência em administração, tendo oportunidade de comandar uma das maiores cooperativas de laticínios do País, a Selita, e hoje na presidência do Sicoob Sul, Rubens Moreira, 72 anos, acredita poder mudar os rumos político e social de Presidente Kennedy. Por isso, decidiu colocar seu nome como pré-candidato a prefeito nas eleições deste ano.

Continua depois da publicidade

O pecuarista, filiado ao PDT, num bate-papo com o AQUINOTICIAS.COM, falou sobre sua visão em relação a uma das cidades com o maior PIB per capita (Produto Interno Bruto por habitante) do País e apresentou suas propostas para melhorar a qualidade de vida do povo kennedense. Confira a entrevista!

Não é possível que a maior fonte de empregos de uma cidade seja a Prefeitura. E pior, que as pessoas fiquem aprisionadas a isso, sendo coagidas a elegerem os mesmos políticos ano após ano, para manterem seus empregos

AQUINOTICIAS.COM – Quem é o pré-candidato Rubens Moreira?

Rubens Moreira – Sou Rubens Moreira, tenho 72 anos, nasci em Presidente Kennedy, filho do pecuarista Lúcio Moreira e de Thereza Scantamburlo Moreira. Viúvo, pai de três filhos e com um neto, fiz carreira no Banco do Brasil, atuando em agências de Itapemirim e em Vitória, onde gerenciei algumas delas. Fui presidente da Selita, maior cooperativa de laticínios do Sul do Espírito Santo, em duas oportunidades, totalizando um período de oito anos. E dirijo o Sicoob Sul, cooperativa de crédito que conta com mais de 30 agências no Espírito Santo e Rio de Janeiro. Também sou pecuarista, residindo hoje no interior de Kennedy.

Continua depois da publicidade

Que razões levaram você a colocar seu nome à disposição para disputar a Prefeitura?

Por ver uma necessidade urgente de mudança na minha cidade, resolvi colocar meu nome à disposição como pré-candidato. Eu esperei, por algum tempo, que surgisse alguém com potencial e vontade de fazer o que precisa ser feito. Então, entendi que eu posso ser essa pessoa. Conheço muita gente, vejo histórias de pessoas que moram num município rico e ainda assim passam por dificuldade para conseguir um atendimento digno de saúde, e até para conseguir um emprego. Isso é básico, é o mínimo, e nem isso todos os kennedenses têm. Foi por estar tão incomodado que resolvi agir. Não só eu. Há mais pessoas que compartilham dessa visão e estou aqui por elas também.

Advertisement

Como estão as articulações para viabilizar sua candidatura a prefeito?

Continua depois da publicidade

Meu nome foi aprovado pelo partido na convenção que aconteceu no último fim de semana, com o pré-candidato a vice-prefeito Eduardo da Farmácia. E há algum tempo venho conversando com lideranças comunitárias, com as pessoas de uma forma geral. E sempre ouço delas o desejo de ver as coisas mudarem por aqui.

Quais as principais propostas levará ao eleitor?

Geração de emprego e renda para a população: só vamos conseguir isso atraindo empresas para nossa cidade. Quero criar um bom ambiente de negócios. Eu tenho muita experiência em administração e sei exatamente o que pesa na hora de uma empresa, uma indústria, decidir se instalar em uma cidade ou não.

Melhoria significativa nos atendimentos de saúde: não dá para admitir o que acontece hoje. Kennedy só conta com um Pronto Atendimento. Se surgir qualquer complicação, ou a necessidade de qualquer tratamento, o paciente precisa ser removido. São ambulâncias e mais ambulâncias levando pessoas para cima e para baixo. O cidadão já está doente, fragilizado, e ainda tem que enfrentar quilômetros e mais quilômetros para se tratar. Quero implantar um hospital de baixa e média complexidade, para que as pessoas possam receber mais atendimentos aqui.

Melhoria da qualidade de vida: temos pouquíssimos espaços públicos de qualidade para atividades esportivas, culturais, sociais. Isso tem que ser ampliado. O esporte precisa ser incentivado, atividade física também significa saúde. Quero investir nisso para que as pessoas tenham prazer, orgulho de morar em Kennedy.

O jovem precisa de mais espaço, precisa ser ouvido. É até bem comum falar que “os jovens são o futuro”, mas esse futuro precisa começar a ser construído com eles agora. Vamos criar a Secretaria da Juventude e ter um foco maior para eles. E isso vai ao encontro da minha proposta de criar mais empregos, para aproveitar justamente a escolaridade desses meninos e meninas que estudam tanto, se esforçam para ter um diploma. Queremos que eles possam ter postos de trabalho aqui. Os programas de bolsas para ensino superior que já existem, vão continuar. Mas, eles precisam ter onde trabalhar quando saem da faculdade. Tem que ser completo e hoje não é.

De onde sairão os recursos para colocar em prática suas propostas?

A cidade de Presidente Kennedy foi abençoada com os recursos dos royalties do petróleo, que abrem uma série de possibilidade de investimentos. Mas, o município não pode continuar dependente desse dinheiro. Atraindo novas empresas, automaticamente a arrecadação municipal vai crescer e teremos mais recursos para fazer tudo o que é necessário.

Qual o perfil ideal do vice para compor sua chapa?

O pré-candidato a vice-prefeito é o Eduardo Lemos. Mora na cidade há cerca de 15 anos, constituiu família aqui. É proprietário de uma farmácia, no centro de Kennedy. Justamente por trabalhar nessa área, ele conhece muita gente e também as necessidades das pessoas, especialmente na saúde. Ele tem uma vontade imensa e capacidade para contribuir para o desenvolvimento da nossa cidade.

Foto: Divulgação

O que o leva a acreditar que poderá vencer as eleições deste ano?

Presidente Kennedy precisa de um novo rumo. Eu acredito que a maior parte da população já entendeu isso. Não é possível que a maior fonte de empregos de uma cidade seja a Prefeitura. E pior, que as pessoas fiquem aprisionadas a isso, sendo coagidas a elegerem os mesmos políticos ano após ano, para manterem seus empregos. Isso não pode mais existir. O povo de Kennedy precisa ser livre, ter dignidade, ser respeitado. Essa cidade pode se desenvolver muito. Eu tenho certeza que o povo de Kennedy quer mais. Esse povo merece mais e é por isso que coloquei meu nome à disposição.

Como você vê a sua cidade, atualmente?

Vejo um potencial imenso sendo desperdiçado. Parece que a cidade parou no tempo. Velhas práticas, velha política. E o povo sofrendo para conseguir atendimento médico, tendo que implorar por empregos, ou então, sair da cidade para conseguir uma oportunidade profissional. Estamos perdendo nossos filhos que poderiam estar trabalhando aqui, perto de suas famílias, se tivessem essa chance.

Qual será o maior desafio para o próximo gestor, no seu ponto de vista?

Sou otimista. Chegando à administração municipal, não vejo grande dificuldade para alcançar nossos objetivos, porque eu sei como fazer cada uma dessas coisas que estou propondo. Claro que será preciso “organizar a casa”, escolher um bom time, capacitado e que tenha mérito para me auxiliar nesta missão. Mas temos os pés no chão. Meus projetos são possíveis e viáveis, é só fazer.

Se eleito, como vai lidar com o Poder Legislativo? 

O Legislativo precisa fiscalizar a administração municipal, a Câmara tem um papel importantíssimo na democracia. Tem que haver diálogo, sempre. Mas, não vejo sentido em guerras políticas travadas entre os Poderes, como tenho visto acontecer nos últimos anos. Cada um tem o seu papel e temos que trabalhar pensando no mesmo objetivo: ver Kennedy avançar, dar melhores condições de vida para nosso povo. Se os vereadores eleitos estiverem empenhados nesse propósito, eu acredito que não haverá dificuldades nessa relação.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.