Eleições 2020

Pré-candidato a prefeito de Cachoeiro é vítima de ataque homofóbico em redes sociais

COMPARTILHE
1996
Advertisement
Advertisement

O pré-candidato do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) à prefeitura de Cachoeiro, Guilherme Nascimento, foi alvo de ataque homofóbico em sua rede social na última quinta-feira (17). A postagem com discurso de ódio foi feita por um morador do município.

Continua depois da publicidade

O psolista de 26 anos, que preside o partido no município e foi confirmado como pré-candidato em convenção realizada na terça (15), comentou sobre os ataques. “Quando vi os prints chegando eu pensei na minha família, em tudo que estamos passando com essa onda hostil à real democracia, e ainda na mesma semana em que a comunidade LGBTQIA+ sofreu com manifestações preconceituosas de um pré candidato pró-bolsonaro. Chega! LGBTQIA+fobia é crime!”, reforçou Guilherme.

Ainda segundo, Guilherme, o autor do post foi identificado por diversos leitores e seguidores das redes sociais do candidato, que indignados fizeram prints de suas palavras obscenas onde diziam que o candidato “é um viado que dá o furico porque gosta”, entre outras ofensas e agressões verbais.

*Print do post enviado pelo pré-candidato

Em nota, o Psol disse que a publicação no facebook foi deletada minutos depois de postada pelo próprio agressor, que entrou em contato com filiados do partido socialismo e liberdade, solicitando que não divulgasse o ocorrido. Segundo o partido, o autor teria reconhecido que “pegou pesado” e se o candidato ganhasse a eleição seria obrigado a “pagar seu salário”.

Continua depois da publicidade

O PSOL Cachoeiro finaliza a nota dizendo que o dever de luta contra as injustiças sociais do partido não fica só na teoria da legenda, mas na prática diária do respeito mútuo e deixando claro aos fascistas que suas agressões não passarão impunes.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here