Segurança

PC conclui inquérito e acusado de matar jovem em Cachoeiro é levado para ala de estupradores  

COMPARTILHE
5652
Advertisement
Advertisement

A Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo (Sejus), transferiu na última terça-feira (15), R. O. de A., 27 anos, do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim para a Penitenciária Estadual de Vila Velha V, em Xuri. Ele é suspeito de ter assassinado e estuprado a jovem Thayná Eleutério Feuchard, de 20 anos, encontrada morta às margens do Rio Itapemirim, no dia 11 de junho deste ano, na localidade de Monte Líbano.

Continua depois da publicidade

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluir o inquérito do caso e o denunciou por homicídio, estupro e ocultação de cadáver. Para tentar amenizar a pena, R., que era marido da tia de Thayná, e morava próximo a casa da vítima, afirmou em depoimento que matinha um caso com a menina, tese descartada pela polícia e pela família de Thayná. 

Antes sendo investigado somente pelo assassinato, enquanto os laudos que comprovariam o estupro ainda estavam em análises, ele ficou detido no CDP, mas agora, sendo denunciado pelo crime sexual, precisou ser colocado em uma ala especifica para estupradores.

A menina foi achada por um popular, que acionou a polícia após ver o corpo boiando às margens do rio. Ela estava nua e no pescoço da jovem haviam marcar que indicam estrangulamento.

Continua depois da publicidade

 

 

 

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].