Segurança

Avô é preso por estuprar neta de 11 anos em Presidente Kennedy 

COMPARTILHE
Imagem ilustrativa
1875
Advertisement
Advertisement

Um homem de 60 anos foi detido e encaminhado à Delegacia Regional de Itapemirim após a neta dele, de 11 anos, relatar que o avô havia lhe tocado de forma indevida, na noite desta segunda-feira (21), em uma localidade do interior de Presidente Kennedy.

Continua depois da publicidade

De acordo com a avó da menina – quem acionou a PM – ao sair do banho, encontrou a criança pálida e trêmula, e ao perguntar o que havia acontecido, a menina relatou que, enquanto a ela estava no banheiro, o avô havia tocado seus seios por debaixo da blusa, e que insistiu em continuar com ao ato.

Diante da negativa da criança, o homem ofereceu R$ 50 para que ela não contasse a ninguém sobre o episódio, e que entregaria o dinheiro a ela quando retornasse novamente a casa da avó. Em depoimento, a menina contou, ainda, que o avô pediu para que quando ela fosse maior, o deixasse ver seus seios.

Logo, a mulher foi perguntar ao homem sobre o que havia acontecido e, segundo consta na ocorrência policial, como resposta ela apenas pedia perdão pelo ato, com a justificativa “quem nunca errou”.

Continua depois da publicidade

Em sequência, a polícia já acionada pela avó, esteve no local e conduziu o homem à delegacia. Na versão do suspeito, ele contou que tocou os seios da neta no momento em que foi abraçá-la, de forma ingênua, que não havia sido intencional e que tudo não passou de um mal entendido.

Ao ser perguntado sobre o valor oferecido para a menina, ele disse que a criança havia lhe pedido R$ 50, e que se confundiu na hora de explicar os fatos. Mesmo diante deste depoimento, ele ficou à disposição da Justiça.

Após as investigações, e se confirmado os fatos, o homem vai responder por estupro de vulnerável. O caso segue sob sigilo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here