Nutrição e Boa Forma

Calvície deve ser aceita naturalmente

COMPARTILHE
5
Advertisement
Advertisement

Continua depois da publicidade

Falar sobre calvície pode ser um assunto delicado. Nas rodas masculinas, o tema é tratado muitas vezes em tom de brincadeira, como piadas. Entre as mulheres é praticamente ignorado, com se esse fosse um problema exclusivamente de homens.

Alteração metabólica, a calvície pode atingir ambos os sexos. O assunto, portanto, não pode ser ignorado. Afinal, a discriminação pode prejudicar a autoestima de quem convive com o problema.

Continua depois da publicidade

A queda anormal de cabelos ou rarefação de fios no topo da cabeça ocorre quando uma pessoa possui muitas enzimas capazes de metabolizar o hormônio masculino testosterona, que atinge a raiz do cabelo.

Continua depois da publicidade

Orientação

Apesar de ser uma particularidade do organismo, a calvície não pode ser considerada uma enfermidade, já que não afeta a saúde e o bem-estar de quem possui. Entretanto, a queda dos cabelos tornou-se uma doença psicossocial. Ou seja, afeta o emocional do paciente, mexendo com sua autoestima e capacidade de se relacionar com os amigos e familiares.

O estresse físico e emocional causado por brincadeiras e piadas com o tema, aliás, também pode provocar alterações hormonais, capazes de aumentar ainda mais a queda. Quem aceita o fato com naturalidade ganha em qualidade de vida, evitando problemas de origem emocional, como depressão.

Não confunda

Advertisement

As mulheres, em especial, não podem confundir calvície com queda natural de cabelos. Entre os especialistas, é consenso que o caimento de mais de 100 fios por dia é normal. Portanto, isso não tem relação com alterações metabólicas.

Júnior Batista
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here