Geral

Voltaremos a enfrentar resistência para reduzir subsídio no transporte, diz Covas

COMPARTILHE
7
Advertisement
Advertisement

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou que “irá para cima” dos empresários do setor transporte público e que irá voltar a enfrentar as resistências do setor para reduzir o subsídio pago pela Prefeitura aos serviços de mobilidade urbana. “Vamos voltar com carga total em cima desses contratos. Foi esse esforço que fez com que a gente reduzisse o subsídio da casa dos R$ 3 bilhões para R$ 2 bilhões, previsto para esse ano”, disse Covas em entrevista à rádio Bandeirantes.

Continua depois da publicidade

Segundo Covas, em 2020 houve a necessidade de reforçar o subsídio pago às empresas por conta da queda do número de passageiros em função da pandemia do novo coronavírus, porém a expectativa da Prefeitura É voltar a reduzir o subsídio.

De acordo com o prefeito, não é discutido ainda o aumento da tarifa do transporte. “A gente sabe do impacto social e econômico que a pandemia trouxe a cidade de São Paulo. Esse é um tema que vai ser discutido no fim do ano junto com o governo do Estado”, afirmou o tucano.

Pedro Caramuru
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.