Esporte Nacional

Grêmio e Fortaleza empatam e falham na missão de embalar no Brasileirão

COMPARTILHE
10
Advertisement
Advertisement

Ganhar dois jogos seguidos no Brasileirão está sendo uma missão ingrata para Grêmio e Fortaleza neste Brasileirão. E não foi desta vez que conseguiram tal proeza. Num jogo na qual a meta era embalar na busca pelo G-4 da classificação, o equilíbrio prevaleceu e o empate por 1 a 1 acabou fazendo justiça ao apresentado na Arena do Grêmio.

Continua depois da publicidade

Com campanhas discretas, as equipes seguem estacionadas no meio da tabela, ambas com 12 pontos. Osvaldo e Diego Souza foram os autores dos gols.

Enquanto o Grêmio agora muda a chave e foca na Copa Libertadores – visita a Universidad Católica, no Chile -, os cearenses terão a semana livre para se preparar para o confronto com o Internacional, sábado, em seis domínios.

Advertisement

Há uma semana, o discurso de Grêmio e Fortaleza era o de voltar a vencer no Brasileirão. Os gaúchos vinham de cinco jogos sem ganhar e os cearenses de duas derrotas seguidas. Ambos desencantaram no meio de semana, contra Bahia e Red Bull Bragantino, respectivamente, e o foco mudou.

Continua depois da publicidade

Ambos pisaram na Arena do Grêmio falando em embalar para buscar as primeiras colocações. Confiantes, apostavam em segundo triunfo e na subida da tabela de classificação. Mesmo com compromisso diante da Universidad Católica, quarta-feira, Renato Gaúcho escalou força máxima. Queria, a todo custo, emplacar novo triunfo.

Mas quem começou dando as cartas foi o time visitante. Logo aos 3 minutos, o ligeiro Osvaldo entrou pela esquerda e exigiu ótima defesa de Vanderlei. O atacante ficou no quase. Mas levaria a melhor sobre o goleiro aos 16, curiosamente num lance de cruzamento. Osvaldo jogou para Deivid, que não alcançou. A bola passou, ninguém encostou, e ela acabou nas redes de Vanderlei: 1 a 0 para um atrevido e bem armado time de Rogério Ceni.

Mesmo em casa, o Grêmio não conseguiu se livrar da marcação. Teve uma única finalização perigosa na primeira etapa e ainda viu o volante Maicon sair machucado com meia hora de jogo. Contusão muscular que deve custar sua ausência na Libertadores.

Continua depois da publicidade

Renato Gaúcho sabia que sua equipe tinha de ser diferente. Então, trocou a força física de Isaque pela velocidade de Luiz Fernando. Nem bem a etapa final começou e o zagueiro Quintero resolveu ser generoso com os gaúchos.

Com apenas um minuto, empurrou Everton pelas costas cometendo um pênalti infantil. Rogério Ceni ficou maluco com a marcação, reclamando muito. Foi punido com cartão amarelo, e de nada adiantou esbravejar.

Após três minutos de reclamações e indignações, Diego Souza cobrou, Felipe Alves defendeu com o braço esticado, mas Luis Fernando empatou no rebote. Como invadiu a área o lance acabou impugnado e a cobrança remarcada. Mais dois minutos de espera e, desta vez, Diego Souza não errou: 1 a 1.

O Grêmio, então, se lançou com tudo atrás da virada. Pressionou e também sofreu perigosos contragolpe. Mas nada de gols. Ao menos válidos.

Aos 40, Felipe Alves fez dois milagres em finalizações de Orejuela e Geromel. O lateral marcou no terceiro lance, mas o gol foi anulado por claro impedimento. O 1 a 1 acabou refletindo o que foi o duelo.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 1 x 1 FORTALEZA

GRÊMIO – Vanderlei; Orejuela (Guilherme Azevedo), Geromel, David Braz e Bruno Cortez; Darlan, Maicon (Robinho), Alisson e Everton (Ferreira); Isaque (Luiz Fernando) e Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho.

FORTALEZA – Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos (Bruno Melo); Ronald (Luiz Henrique), Juninho, David (Yuri César) e Romarinho; Osvaldo (Derley) e Wellington Paulista (Marlon). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS – Osvaldo, aos 16 minutos do primeiro tempo. Diego Souza, aos 7 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Robinho (Grêmio), Osvaldo e Derley (Fortaleza).

CARTÕES VERMELHOS – Gabriel Dias (Fortaleza) e Luiz Fernando (Grêmio).

ÁRBITRO – Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Fábio Hecico, especial para a AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.