Segurança

Após tentar contra a própria vida, mulher é resgatada pela Guarda Municipal em Cachoeiro

COMPARTILHE
5038
Advertisement
Advertisement

Rafaela Thompson / Ana Gláucia

Continua depois da publicidade

Uma triste cena chamou atenção de quem passava pela Avenida Beira Rio na tarde desta terça-feira (4), em Cachoeiro de Itapemirim. Uma mulher, de 50 anos, havia pulado no rio, tentando tirar a própria vida, mas, não sabia que seu plano falharia após anjos fardados de azul chegarem ao local: os agentes da Equipe Alfa da Guarda Civil Municipal.

Eles estavam em patrulhamento de rotina pela avenida, quando foram parados por populares que avisaram sobre o ocorrido. A mulher havia acabado de jogar, e na queda, bateu a cabeça em uma tubulação que fica às margens do Rio Itapemirim. Ela estava ficando inconsciente e em poucos minutos, seu corpo seria arrastado pelas águas.

Antes que isso acontecesse, o agente Thiago de Carvalho – que há 17 anos atua na Guarda Municipal – desceu uma escada, com estrutura precária, que fica próximo a um ponto de ônibus e socorreu a mulher. Ele resgatou a vítima que já estava parcialmente submersa, enquanto os outros guardas davam apoio do outro lado, e aguardavam a chegada do Corpo de Bombeiros.

Na hora, pensei ela não vai aguentar esperar o socorro, em um minuto e meio seu corpo será levado pelo rio então corri e desci a escada, que estava bastante danificada e a tirei da água

Continua depois da publicidade

Em diálogo com o guarda, a mulher que mesmo após socorrida tentou voltar para o leito do rio com intenção de ser arrastada pela correnteza, relatou que a filha estava internada em uma unidade socioeducativa após ter sido violentada por seu marido, e que a situação vivida não a deixava em paz.

Ao perceber que estava com frio, Carvalho que a todo tempo a aconselhava, tirou a blusa e cobriu a mulher, até a chegada dos bombeiros. Em seguida, a equipe a retirou do rio e levou para a Santa Casa do município. Lá, ela foi medicada e encaminhada para tratamento psicológico adequado. Em relação ao crime, a polícia segue nas investigações e não repassará detalhes para preservar as identidades das vítimas.

Advertisement

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.