Segurança

Polícia Civil prende suspeito de matar jovem com deficiência mental no ES

COMPARTILHE
398
Advertisement
Advertisement

Policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra prenderam, nessa terça-feira (11), um homem de 24 anos suspeito de envolvimento no homicídio de um jovem de 18 anos com deficiência mental. O mandado de prisão preventiva foi cumprido no bairro Cascata, também no município. O suspeito também é apontado como atual chefe do tráfico dos bairros Cascata e Santo Antônio, no município.

Continua depois da publicidade

“Essa prisão foi importante porque traz a sensação de punidade e tranquilidade aos moradores daquela região. O trabalho desempenhado pela equipe da DHPP da Serra faz com que a população confie mais na Polícia e serve para mostrar que as forças de segurança do Espírito Santo trabalham para todos, sem distinção”, destacou o delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda.

O titular da DHPP, delegado Rodrigo Sandi Mori, afirmou que a motivação do crime foi a disputa pelo controle do tráfico nos bairros Cascata, Santo Antônio e São Marcos. “Foi uma atitude covarde, pois a vítima não tinha ligação alguma com o mundo do crime. Os suspeitos não encontraram o alvo deles e resolveram atirar na vítima para atingir os parentes que possuem envolvimento no tráfico. Esses indivíduos não merecem estar em convívio em sociedade”, disse.

Um mês após o fato, a equipe da DHPP da Serra já havia elucidado o caso e prendeu o primeiro envolvido no crime, um homem de 24 anos. Já o segundo envolvido foi preso em julho deste ano, em uma abordagem da Polícia Militar. Sandi Mori explicou que o detido nessa terça-feira (11) foi o terceiro envolvido no crime.

Continua depois da publicidade

“Ele estava escondido na Bahia e voltou para o Espírito Santo há três meses. Para despistar os policiais, ele deixou o cabelo crescer e andava como um homem em situação de rua. No momento da ação, alguns comparsas do suspeito passaram de moto na rua paralela efetuando disparos de arma de fogo, mas foram contidos pela equipe policial. Eles já foram identificados e brevemente também serão presos”, afirmou o delegado que informou ainda que existe um adolescente que também participou do homicídio do jovem.

Durante a operação policial, os policiais realizaram buscas nas duas residências do suspeito e apreenderam crack, maconha e cocaína, munições calibre 380 e calibre 12, material para preparo e embalo das drogas, além de R$ 8 mil, em espécie, provenientes do tráfico de drogas. “A prisão dele desestrutura por completo o tráfico de drogas nos bairros Cascata e Santo Antônio, assim como fizemos em São Marcos”, explicou Sandi Mori.

O suspeito foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV) e permanece à disposição da Justiça.

Advertisement

O crime

Continua depois da publicidade

O homicídio aconteceu no dia 07 de setembro de 2019, no bairro São Marcos, na Serra.  O jovem com deficiência mental foi confundido com um familiar que tinha envolvimento com o tráfico.

“Ele estava próximo à residência dele e avistou três suspeitos e um adolescente saindo de um matagal. Nesse momento, o jovem se assustou, correu para dentro da residência, mas foi perseguido pelos suspeitos.

Na ocasião esses autores invadiram a casa e, mesmo após verificarem que não era o alvo deles, efetuaram vários disparos contra o jovem na frente da mãe e do irmão dele”, disse o titular da DHPP, delegado Rodrigo Sandi Mori.

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.