Segurança

Mulher que teve corpo incendiado no ES brigou por ciúmes, diz namorada

COMPARTILHE
4371
Advertisement
Advertisement

A modelo Katiuscia Mota, de 31 anos, teve uma briga motivada por ciúmes momentos antes de ter o corpo incendiado, segundo a namorada da modelo, que pediu para não ter o nome divulgado. De acordo com ela, Katiuscia teria colocado fogo na própria blusa com um isqueiro. O caso ocorreu em um condomínio em Serra (ES), na região metropolitana de Vitória, na última segunda-feira (10).

Continua depois da publicidade

Nas imagens flagradas por câmeras de segurança, a namorada de Katiuscia aparece de camisa azul. A autônoma disse que passou todo o dia discutindo com a modelo. Na briga, Katiuscia teria quebrado parte do material de trabalho dela, que é inflamável.

“Estávamos discutindo o dia todo. Tudo por causa de ciúmes. Eu também tenho ciúmes. Eu trabalho fabricando perfumes, e ela quebrou praticamente todo o meu material de trabalho. Na hora, caiu álcool em mim e nela também”, contou.

Continua depois da publicidade

A jovem perguntou a Katiuscia se ela iria colocar fogo nas duas. Depois disso a autônoma saiu, mas continuaram a discutir do lado de fora do apartamento, segundo ela. Em poucos segundos, a modelo teria acionado o isqueiro três vezes até acender e colocado fogo na blusa.

“Em três segundos eu vi um clarão enorme. Eu tentei abrir a porta de vidro, mas eu não consegui e ela estava em chamas. Um vizinho nosso que abriu a porta e aí tentamos apagar o fogo. Chegou até pegar no meu short, mas consegui apagar. Foi desesperador, tudo por ciúmes”, disse a jovem.

Mãe diz que modelo pode ter sido “desafiada”

A segurança Marilza Silva, 50, mãe de Katiuscia, disse à reportagem que acredita que a filha pode ter sido “desafiada” a se queimar. “Eu não sei o que aconteceu. Minha filha pode ter sido desafiada, ela não gostava de que alguém falasse para ela ‘eu duvido’. Ela pode ter se queimado mesmo, ou alguém a queimou.”

Advertisement
Continua depois da publicidade

Marilza contou que foi avisada pela namorada da filha sobre o incidente dentro do condomínio. Ela chegou a visitar Katiuscia ontem na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Jayme Santos Neves. O estado da modelo é estável.

“A minha filha está muito queimada. Tem sentido muitas dores. Está tomando muitas doses de morfina para suportar tudo. O pouco que fala, pergunta do cabelo, sobre o filho de 12 anos. Cheguei a perguntar sobre o que teria acontecido. Ela está muito confusa, não dá para saber”, disse a mãe.

Continue lendo em Uol 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.