Coronavírus

Retomada das aulas, do futebol e de cirurgias eletivas no ES é explicada pelo secretário de Saúde

COMPARTILHE
2347
Advertisement

O secretário de Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, abordou em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (13), sobre a como será a retomada de algumas atividades no Estado de acordo com a situação da pandemia.

Continua depois da publicidade

Entre as atividades, a volta às aulas foi ressaltada pelo secretário que continua com data incerta e que só será retomada no momento em que houver queda sustentada de casos graves e óbitos. Ou seja, um retorno equivalente à fase de transmissão local. “Se isso acontecer em agosto, as aulas voltam em agosto. Se acontecer em setembro, voltam em setembro. Se isso não acontecer nem agosto ou setembro, voltam em outubro. Nós não vamos submeter nossas crianças, jovens e trabalhadores da Educação a uma situação de risco. A retomada vai acontecer no momento oportuno”, garantiu Nésio.

A possibilidade de cirurgias e consultas eletivas serem retomadas em agosto também foi explicada pelo secretário. “Estamos preparando, nesta semana, uma notificação para todos os prestadores de serviços hospitalares do Estado para que a partir de agosto retomem um calendário de atividades eletivas, caso o momento da pandemia nos permita. Estamos preparando as condições para que no próximo mês haja essa retomada paulatinamente, mas ainda vai depender da situação observada até o final de julho, sendo necessária uma estabilidade de até três semanas de queda de óbitos, de casos graves e da ocupação de UTI”, disse.

Esporte

Continua depois da publicidade

Durante a coletiva, que contou também com a participação do subsecretário de vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblim, a retomada das atividades esportivas e campeonato de futebol foi debatida. “Podemos definir outras atividades como prática de esporte e o futebol, que tem sido demandado aqui no Espíroto Santo e no Brasil como algo que precisa retomar. Estamos preparando todas essas práticas e protocolos para que quando a segurança se estabelecer e o número de casos permitir, nós tenhamos todos esses procedimento estabelecidos para retornar com essas atividades”, explicou Reblim.

Veja a entrevista na íntegra, onde o secretário também abordou sobre temas como a curva da pandemia no ES e a próxima fase do inquérito sorológico:

Advertisement
Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.