Cidades

Família de vítima de acidente em Cachoeiro doa órgãos e seis pessoas passam por transplante  

COMPARTILHE
4669
Advertisement
Advertisement

Pensar no próximo mesmo em um momento de perda de uma pessoa querida. Esse foi o gesto de solidariedade de uma família que decidiu doar os órgãos de um rapaz de 20 anos que morreu após sofrer um acidente de trânsito.

Continua depois da publicidade

O jovem que deu entrada na Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro na terça-feira (30),  recebeu todos os cuidados necessários da equipe médica do Pronto Socorro e CTI, mas não resistiu.

No último domingo (12), assim que foi constatada a morte encefálica do paciente, a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos Para Transplante da Santa Casa entrou em contato com a família e iniciou uma corrida contra o tempo.

Ao todo, foram doados os rins, córneas, coração e fígado para pacientes que estavam na fila do transplante. Apenas os rins foram para morador de fora do Estado. O restante vai ajudar a melhorar a qualidade de vida de capixabas.

Continua depois da publicidade

A coordenadora da CIHDOTT, Beatriz Rivieri Colodette, reforçou a importância sobre a doação e que somente a família pode fazer essa autorização, por isso, eles precisam saber da vontade do doador.

“Ao contrário do que muitos pensam, a vontade de doar não fica escrita em documentos, como carteira de motorista. Na verdade, quem quer ser um doador deve deixar o desejo explícito para sua família”.

A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro é referência estadual na captação de órgãos. Só em 2019, o hospital realizou oito captações com o total de 29 órgãos que beneficiaram pessoas de diversas regiões do Brasil.

Advertisement
Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.