Esporte Nacional

Com até 60% da capacidade, Roland Garros terá presença de público nas quadras

COMPARTILHE
12
Advertisement
Advertisement

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, os organizadores de Roland Garros anunciaram nesta quinta-feira que a edição de 2020 do Grand Slam francês terá a presença de público nas quadras. O complexo em Paris poderá receber até 60% de sua capacidade, o que representa 20 mil espectadores nas fases iniciais e cerca de 10 mil no dia da final.

Continua depois da publicidade

O presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT, na sigla em francês), Bernard Giudicelli, disse em entrevista coletiva por videoconferência que nas quadras principais, no máximo, quatro pessoas poderão se sentar juntas com uma cadeira vazia entre os grupos. Nas outras, um em cada dois assentos estará vazio quando as chaves principais começarem em 27 de setembro. Tudo isso pode mudar se o governo francês revisar as suas regras de distanciamento social.

“Optamos pela opção responsável”, afirmou Giudicelli, que acrescentou que o uso de máscara protetora seria obrigatório para as pessoas se deslocarem dentro do complexo. “Se a situação evoluir na direção certa, novos ingressos estarão disponíveis em setembro”, acrescentou.

Advertisement

Caso medidas mais rigorosas sejam impostas pelo governo francês, a FFT informou que haverá sorteio para decidir quais bilhetes serão cancelados. A entidade disse ainda que os protocolos de segurança contra a covid-19 para tenistas e funcionários ainda estão sendo redigidos.

Continua depois da publicidade

Roland Garros, que normalmente acontece entre maio e junho, foi adiado para setembro devido à pandemia do novo coronavírus. Já o US Open será realizado sem a presença de público em Nova York, nos Estados Unidos, entre 31 de agosto e 13 de setembro.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.