Espírito Santo

Governo do ES repudia afirmação do MPF de que divulga informação enganosa

COMPARTILHE
284
Advertisement

O Governo do Espírito Santo se manifestou nesta sexta-feira (5), via Procuradoria Geral do Estado, sobre o entendimento divulgado pelo Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES) que os dados sobre ocupação geral nos leitos de UTI para pacientes com Covid-19, disponibilizados na internet pelo Estado do Espírito Santo, são enganosos.

Continua depois da publicidade

Em nota divulgada na quinta (4), o MPF informou que ajuizou ação civil pública para obrigar o governo a promover a efetiva transparência quanto à quantidade de leitos, assim como dos testes realizados nos municípios capixabas.

A Procuradoria-Geral do Estado informou que já foi notificada e se manifestará dentro do prazo estabelecido (72h) pelo juízo. A PGE destacou, no entanto, que o Espírito Santo foi considerado pela ONG Open Knowledge Brasil (OKBR) o Estado brasileiro mais transparente na divulgação dos dados referentes à Covid-19, com informações disponibilizadas em portal específico sobre o tema e atualizado diariamente.

“Por essa razão e por todo o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Estado no combate e prevenção à Covid-19, a PGE repudia toda e qualquer afirmação de que o Poder Executivo, por meio de sua Secretaria de Saúde, estaria divulgando dados falsos ou enganosos à população”, diz a nota. Veja o vídeo da PGE:

Continua depois da publicidade

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].