Segurança

Dupla que matou fisioterapeuta de Ibatiba em assalto é condenada a 47 anos de prisão

COMPARTILHE
5765
Advertisement
Advertisement

Foram julgados e condenados nesta terça-feira (2), os acusados de matarem a fisioterapeuta Jéssica de Assis Marques, em junho de 2019, na localidade de Santa Marta, em Ibatiba.

Carro e moto se envolvem em acidente na avenida Jones dos Santos Neves, em Cachoeiro; FOTOS

Um grave acidente aconteceu na madrugada deste domingo (12), na avenida Jones dos Santos...

Rapaz é detido com droga em Dores do Rio Preto

Na noite deste sábado (11), um homem foi detido em Dores do Rio Preto...

Carro recuperado em Guaçuí após perseguição pode ajudar a desvendar assassinato em Volta Redonda, RJ

Na última sexta-feira (10), policiais militares de Guaçuí recuperaram um carro roubado e conseguiram...

Cleiton Martins Rodrigues e Edmar da Neves Rodrigues foram presos preventivamente no dia 20 de junho, três dias após o crime. A Polícia Civil concluiu em investigação que a dupla tentou assaltar a jovem, que não obedeceu a ordem de parada. Ela foi baleada, perdeu o controle da moto e caiu em uma ribanceira.

Os acusados confessaram o crime e a pena estipulada pelo juiz Akel de Andrade Lima, da Vara Única de Ibatiba, foi de 24 anos de regime fechado para Cleiton Martins, que estava com a arma do crime, além de pagamento de multa de um trigésimo do salário mínimo vigente na época por 60 dias. Já Edmar das Neves foi condenado a 23 anos de reclusão e, também, ao pagamento de multa de um trigésimo do salário mínimo vige na época por 60 dias.

Advertisement

Relembre o caso

Continua depois da publicidade

O corpo de Jéssica foi encontrado na manhã de uma segunda-feira, a cerca de 200 metros das margens da BR 262, junto com sua moto, na Serra da Sucupemba. O local fica a aproximadamente três quilômetros da entrada de Ibatiba.

No dia do crime, a fisioterapeuta que atuava na Apae do município, tinha ido até o Centro da cidade. Após ficar sem notícias da jovem, a família passou a procurar pela moça e, sem respostas, o pai de Jéssica foi até a polícia e informou aos militares sobre o sumiço da filha.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.