Eleições 2020

Cachoeiro: pré-candidata a prefeita pelo PT, Joana Darck quer um governo democrático

COMPARTILHE
Foto: Divulgação
1689
Advertisement
Advertisement

A professora Joana Darck Caetano (PT), 53 anos, teve seu nome escolhido como pré-candidata a prefeita de Cachoeiro de Itapemirim. A petista, sai na frente, na corrida eleitoral, com a vantagem do tempo de tv e rádio e com um bom recurso oriundo do fundo eleitoral.

Continua depois da publicidade

O PT terá nas eleições municipais 59 segundos de tempo de tv e rádio e quase R$ 201 milhões do fundo partidário. A sigla esteve no comanda da cidade entre 2009 e 2016, mas nas eleições 2016 teve apenas 2,73% das intenções de votos.

A professora carrega na bagagem a experiência como diretora na Secretaria Municipal de Educação, secretária municipal de Cultura e assumiu, em 2012, por um curto período, uma cadeira na Câmara de Vereadores.

Veja as propostas da pré-candidata!

As propostas que levaremos ao eleitor é a continuidade de um governo democrático, em que terá como base três pilares

Continua depois da publicidade

AQUINOTICIAS.COM – Quem é a pré-candidata Joana Darck Caetano?

Joana Darck Caetano – Sou uma cidadã cachoeirense, filiada e militante do Partido dos Trabalhadores desde 1993, que acredita que a política é o principal espaço onde se tem as ferramentas para construir uma sociedade mais justa e igualitária.

Advertisement

Que razões levaram você a colocar seu nome à disposição para disputar a Prefeitura?

Continua depois da publicidade

As razões que me levaram a disponibilizar meu nome para a disputa eleitoral são: o desejo de estar a serviço do povo cachoeirense; colocar mais opções femininas para os eleitores e fortalecer a participação das mulheres na política.

Como estão as articulações para viabilizar sua candidatura a prefeita?

Este é um momento de muita conversa, tanto interna como externamente. A pré-candidatura está ganhando musculatura e temos buscado apoio com nossas lideranças estaduais e na esfera nacional e também conversando com outros partidos que poderão estar juntos conosco nesta disputa. É salutar o diálogo com todos nessa fase inicial.

Se o seu nome for homologado pela convenção partidária, quais as principais propostas que levará ao eleitor?

O meu nome já foi homologado como pré-candidata do PT. As propostas que levaremos ao eleitor é a continuidade de um governo democrático, em que terá como base três pilares: Participação Popular (isso implica desde a retomada do Orçamento Participativo até o fortalecimento da Sociedade Organizada); Ética e transparência no governo e a inversão de prioridades, que é atender a demanda dos que mais precisam em primeiro lugar. O GTE (Grupo de Trabalho Eleitoral) está organizando um Programa de Governo mais detalhado para ser apresentado à sociedade.

De onde sairão os recursos para colocar em prática suas propostas?

Os recursos virão de projetos apresentados na esfera estadual e nacional e da arrecadação dos impostos e tributos municipais, além de possíveis parcerias com o capital privado.

 

Qual o perfil ideal do vice para compor sua chapa?

Um vice que saiba dialogar com todos e que tenha disposição para arregaçar as mangas para trabalharmos juntos em prol da população.

O que leva a acreditar que poderá vencer as eleições deste ano?

A eleição deste ano é atípica. Completamente diferente de todas as outras que aconteceram, devido ao momento de isolamento social e crise que estamos vivendo, portanto as dificuldades serão as mesmas para todos os pré-candidatos. O que me dá esperança de vitória é a proposta que estaremos apresentando ao povo e a força da nossa militância.

Como você vê a sua cidade, atualmente?

Vejo a minha cidade com um povo desesperançado e passando por muitas dificuldades.

Qual será o maior desafio para o próximo gestor, no seu ponto de vista?

Serão muitos os desafios, mas creio que o maior deles será unificar os cachoeirenses em torno de um projeto político de recuperação da saúde financeira e da retomada do crescimento do município.

Se eleita, como vai lidar com o Poder Legislativo?

Dialogando. Não existe melhor maneira de respeitar e ter harmonia com os demais Poderes fora do diálogo.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.