Geral

Governo Federal substitui portal sobre Covid-19 por site com informações mínimas

COMPARTILHE
Foto: reprodução/internet
202
Advertisement
Advertisement

Depois de retirar do ar por um dia o site que mantinha sobre informações detalhadas a respeito a covid-19, o Ministério da Saúde atualizou a página na internet com informações básicas. O site https://covid.saude.gov.br/ traz apenas as informações sobre os casos de pessoas recuperadas da doença, os casos de novas contaminações e os óbitos.

SP tem 37 mil denúncias de violação à quarentena; 636 locais foram interditados

A cidade de São Paulo recebeu, até quarta-feira, 1º, 37.712 denúncias de espaços que...

Roraima assume liderança em ranking com pior quadro no combate à covid, diz CLP

Roraima assumiu a liderança de pior quadro no combate ao coronavírus entre as 27...

15,6 milhões tiveram ao menos um dos 12 sintomas de síndrome gripal de 7 a 13/6

Na segunda semana de junho, 15,6 milhões de pessoas apresentavam pelo menos um dos...

Todas as demais informações históricas da doença no País foram omitidas da população.

Na página, o governo informa que “O processo de atualização dos dados sobre casos e óbitos confirmados por covid-19 no Brasil é realizado diariamente pelo Ministério da Saúde através das informações oficiais repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde das 27 Unidades Federativas brasileiras” e que esses “dados fornecidos pelos Estados são consolidados e disponibilizados publicamente todos os dias, em torno das 19h”.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Não é o que ocorria até então.

Durante semanas, o Ministério divulgava as informações até as 17 horas, com coletivas de imprensa para detalhar os dados. Depois, passou a atrasar essas informações sucessivamente, até que o próprio presidente Jair Bolsonaro declarou que não teria mais dados em tempo de serem divulgados pelo Jornal Nacional, da TV Globo, às 20h30.

Desde a sexta-feira, 5, o governo tem sido criticado pela falta de transparência na manipulação dos dados.

Lideranças políticas, instituições e representantes do Judiciário e Legislativo reagiram à decisão de reduzir a publicidade das informações.

Advertisement

A despeito da subnotificação de casos pelo País, o futuro secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Wizard, disse que os números divulgados até agora seriam “fantasiosos” e que Estados e Municípios teriam inflacionado números de suas tragédias para receber mais recursos.

André Borges
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.