Economia

76% de 400 micro e pequenos empresários esperam faturamento cair, diz Boa Vista

COMPARTILHE
12
Advertisement
Advertisement

Diante dos efeitos da pandemia de coronavírus sobre a atividade econômica, 76% de cerca de 400 micro e pequenos empresários consultados pela Boa Vista esperam redução do faturamento nos próximos 90 dias, sendo que 52% veem contração de mais de 50%, informa a instituição, em nota. A pesquisa ouviu empresários dos setores de comércio e serviços. Parcela de 26% dos entrevistados espera recuo de 31% a 50%, enquanto 22% têm expectativa de queda até 30%.

Empresários cobram combate ao desmate

Pressionado por empresários e políticos, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, tentou sinalizar que...

Uber lança serviço de entrega de mercado em 11 cidades do País

O Uber começou ontem a oferecer um novo serviço no Brasil: entregas de supermercado....

Crise da Smiles expõe dificuldades com controladora

Adorada pelo mercado financeiro por anos, a Smiles entrou em crise em 2018 quando...

A pesquisa também constatou que 75% dos micro e pequenos empresários se dizem muito preocupados com os impactos da pandemia da covid-19 em seus negócios, sendo que a principal preocupação é em relação às despesas com aluguel, energia e manutenção, ou seja, os gastos necessários para manter a empresa funcionando.

Diante disso, 68% dos empresários consultados afirmaram que têm feito o balanço financeiro do negócio diariamente. Para 61% dos entrevistados, a atitude mais importante neste momento é evitar despesas que não sejam extremamente necessárias. Além disso, 22% já estão renegociando suas dívidas com instituições financeiras.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

“No atual momento econômico, as empresas precisam garantir que os pagamentos continuem acontecendo, para manter seu fluxo de caixa e evitar ter de recorrer a bancos para obter capital de giro. Ter um processo de cobrança estruturado e eficiente é fundamental”, analisa Lola de Oliveira, diretora de Marketing da Boa Vista.

Segundo o levantamento, a representatividade das vendas online continua baixa. A Boa Vista afirma que as empresas têm aumentado a atuação no e-commerce, mas 47% já usavam essa ferramenta. Além disso, 31% dos consultados apontam dificuldade na prospecção qualificada de clientes.

Thaís Barcellos
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.