Cidades

Perdas nos municípios do ES devem chegar a R$ 2 bilhões

COMPARTILHE
Em Itapemirim, a Prefeitura perderá R$ 127,9 milhões em receita
Em Itapemirim, a Prefeitura perderá R$ 127,9 milhões em receita
394
Advertisement
Advertisement

Se a crise atingiu em cheio o setor privado por conta do coronavírus, a bola de neve se forma e impacta diretamente nos caixas das prefeituras capixabas.

Fim de semana tem nevoeiro e aumento de temperatura no Sul do ES e Caparaó

O fim de semana será de temperaturas em elevação no Sul do Espírito Santo,...

Escadaria no bairro Ibitiquara, em Cachoeiro de Itapemirim, recebe melhorias

A escadaria Madre Gertrudes de São José, que liga a Linha Vermelha à Rua...

Trânsito na ponte Carim Tanure, em Cachoeiro, será liberado na próxima segunda (8)

O trânsito na ponte Carim Tanure, em Cachoeiro de Itapemirim, será liberado na segunda-feira...

Segundo o Boletim Extraordinário do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE), com cálculos feitos pelo Núcleo de Avaliação de Tendências e Riscos, as perdas dos municípios podem chegar aos R$ 2 bilhões. Esses valores não podem ser lidos como a perda total do município, já que há, por exemplo, recursos que podem ser repassados e dinheiro que o Executivo pode ter para momentos de emergência.

No cenário mais pessimista, segundo o estudo, apenas sete dos 78 municípios capixabas vão conseguir fechar o ano com o caixa em dia: Presidente Kennedy, Marataízes, Rio Bananal, João Neiva, Pedro Canário, Muqui e Apiacá.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Já Itapemirim perderá R$ 127,9 milhões em receita, o que vai gerar um déficit de R$ 237 milhões no fim do ano. Vitória também tem uma situação drástica, com perdas de R$ 276 milhões e déficit de R$ 109 milhões.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.