Segurança

PC prende suspeitos de assassinar segurança em Cachoeiro e motivação está ligada às leis do tráfico

COMPARTILHE
2504
Advertisement
Advertisement

Equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro de Itapemirim prenderam nesta quinta-feira (14), o segundo suspeito de ter assassinado o segurança Filipe Oliveira Ferreira, à época, com 32 anos.

Continua depois da publicidade

Filipe foi morto a tiros no dia 11 de junho de 2019, no bairro Rubem Braga, em Cachoeiro, onde também morava. Ele seguia de moto por uma rua do bairro quando teve o veículo interceptado por dois homens, que também estavam de moto. Eles atiraram diversas vezes na vítima, que morreu no local.

O primeiro suspeito, E.F.G.S., de 23 anos, já estava preso por outro motivo. Já o segundo envolvido, L.G.S., de 26 anos, foi detido no bairro Monte Cristo, na tarde de ontem (14) e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim.

Filipe era muito conhecido no município por ser segurança de uma lanchonete, que fica na Avenida Jones dos Santos Neves, no bairro Santo Antônio. Ele também foi candidato a vereador em Cachoeiro de Itapemirim nas últimas eleições pelo PSB.

Motivação

Continua depois da publicidade

Segundo a DHPP, a motivação estaria ligada a uma das leis do tráfico que domina a região. Para os criminosos, Filipe estaria repassando informações do tráfico para a polícia e era classificado pelos próprios traficantes como “X9”.

Mesmo não sendo comprovada qualquer denúncia supostamente feita por Filipe, o tribunal do crime julgou Filipe culpado. De acordo com a delegacia, o inquérito deste crime já foi concluído.

Advertisement
Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.