Saúde

Preço de insumos hospitalares dispara e Santa Casa de Guaçuí pede socorro

COMPARTILHE
369
Advertisement
Advertisement

Os hospitais filantrópicos do Espírito Santo pedem socorro. As despesas das instituições tiveram aumento significativo desde a chegada do coronavírus. Apesar dos repasses dos governos federal, estadual e municipal, o custo de insumos e equipamentos disparou após o início da pandemia. Para instituições que já trabalhavam no limite de receitas e despesas, os gastos a mais tornam quase impossível deixar as contas no azul.

Dia Mundial sem Tabaco analisa relação do tabagismo com a covid-19

/com informações Agência Brasil   A relação entre tabagismo e covid-19 é o tema sugerido pela...

Qualidade de vida: entenda as diferenças entre a caminhada e a corrida

Mesmo durante a pandemia do coronavírus é fácil encontrar nas redes sociais vídeos de...

Meditação é benéfica para a saúde mental durante a quarentena; conheça aplicativos que podem te auxiliar

São tempos difíceis de quarentena, não há como negar. Se nos dissessem que 2020...

“Atualmente a Santa Casa de Guaçuí se mantém com o dinheiro dos governos federal, estadual e municipal. Mas com o aumento dos preços dos equipamentos de proteção individual, dos antibióticos e insumos básicos, mesmo com esse recurso há um déficit muito grande. Há produtos que tiveram aumento de 500%, 1000%. Para dar um exemplo, uma máscara N95, que custava R$ 1,77, estamos comprando agora por R$ 34”, explica Denis Vaz, supervisor hospitalar da Santa Casa de Guaçuí.

Diante deste cenário, a contribuição da comunidade e das empresas é uma ferramenta essencial para manter as portas dos filantrópicos abertas. E, em tempos tão difíceis, a solidariedade bate às portas de quem cuida da saúde de todos. Máscaras de proteção, sabonete líquido, produtos de limpeza, papel higiênico, água mineral, álcool gel são os itens que já chegaram, por meio de doações de empresas e moradores, ao hospital.

Advertisement
Continua depois da publicidade

“Essas doações são importantíssimas para a Santa Casa, tem grande valor, ajudarão a reduzir o déficit. Isso é de suma importância”, agradece Denis Vaz.

Quem puder colaborar com produtos de limpeza e de proteção, alimentos ou mesmo com dinheiro, pode entrar em contato com a Santa Casa de Guaçuí, nos telefones (28) 3553 0479 ou (28) 3553 0492 ou fazer um depósito.

Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí ES
Banco Cooperativo do Brasil – Bancoob ( SICOOB)
Banco: 756
Agência: 3003
Conta corrente: 93183-7
CNPJ: 27.686.179/0001-39

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.