Espírito Santo

Morto por Covid-19 no ES era hipertenso e obeso

COMPARTILHE
1377
Advertisement
Advertisement

Em coletiva virtual na manhã desta quinta-feira (2), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, deu detalhes sobre a primeira vítima fatal da Covid-19 no Espírito Santo.

Sebrae ES e Findes fazem encontros sobre edital Petrobras Conexões para Inovação

O Sebrae ES se une à Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por...

Live, às 16h: Rodrigo Coelho falará sobre a atuação do TCE durante a pandemia

O conselheiro do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE), Rodrigo Coelho, será o...

Aulas seguem suspensas até fim de junho no ES e shopping centers podem reabrir

A Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública se reuniu, nessa sexta-feira (29),...

Também participaram da coletiva Luiz Carlos Reblin, subsecretário de Vigilância em Saúde e Juliana Tavares, diretora técnica do Hospital Jayme Santos Neves.

O homem era morador da Serra, tinha 57 anos, era obeso e hipertenso. Ele estava com sintomas gripais desde o último dia 18 e deu entrada no Hospital Jayme Santos Neves no dia 23 de março, já com quadro respiratório grave.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Segundo Juliana, 24h após a entrada, o paciente evoluiu para Síndrome Respiratória Aguda Grave e precisou ser entubado em aparelho de ventilação mecânica.

Poucos dias depois, o homem apresentou complicações cardíacas e passou a fazer hemodiálise, já que os órgãos estavam muito comprometidos, vindo a óbito às 22h45 desta quarta-feira (1).

Ainda de acordo com a equipe, o paciente foi isolado desde a entrada na unidade hospitalar.

Transmissão

Luiz Carlos Reblin afirmou que a vítima contraiu o vírus por transmissão comunitária, ou seja, o homem foi infectado por outros capixabas, sem ter viajado para fora do Estado.

Advertisement

Monitoramento

A Secretaria de Saúde também confirmou, durante coletiva, que todos os familiares do homem passaram a ser monitorados desde a primeira internação dele, mesmo antes da confirmação da doença.

Nésio reforçou, ainda, o pedido de isolamento dos capixabas, e afirmou que o salto de casos confirmados no ES ainda está no início, e que este número pode ser ainda maior nos próximos dias.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.