Cidades

CRAS de Bom Jesus do Norte oferece apoio as famílias em vulnerabilidade social

COMPARTILHE
83
Advertisement
Advertisement

Em meio a Pandemia da COVID-19, em Bom Jesus do Norte, o trabalho da Secretaria Municipal de Assistência Social, torna-se cada vez mais essencial no apoio às famílias em vulnerabilidade social. O Centro de Referência da Assistência Social-CRAS é a base de apoio onde estão sendo atendidas, em média, cerca de 100 pessoas todos os dias, buscando os diversos serviços oferecidos na unidade.

Anchieta é a terceira cidade com maior investimento per capita no Estado

Quando o assunto é investimento, Anchieta é destaque. Em 2019, a cidade ficou em...

Farmácia Municipal de Cachoeiro orienta sobre dispensação de cloroquina

A Farmácia Municipal disponibilizou em sua página no portal da Prefeitura de Cachoeiro as...

Capixaba será indenizado em R$ 5 mil após ter sido caluniado por ex de sua esposa 

​Um homem que alegou ter sofrido danos morais em virtude de calúnia feita pelo...

Durante as cheias, ocasião em que centenas de pessoas ficaram desalojadas e outras tantas desabrigadas, o CRAS foi a principal base de auxilio, sendo distribuídas nesse período: 1034 cestas básicas; 1034 kits de limpeza; 1900 colchonetes e 1900 travesseiros, material doado pelo governo do Estado do Espírito Santo. Sendo distribuídas ainda; 166 cestas básicas, adquiridas com recursos do governo Federal, além de cestas adquiridas com recursos do município; quentinhas, água mineral, leite e fraldas.  As doações, iniciativa importante da sociedade, auxiliou com pelo menos, 500 cestas de alimentos, material de limpeza, leite e milhares de peças de roupas e utensílios.

Agora, o grande desafio é a Pandemia do Coronavirus. Nesse sentido, o CRAS não parou o seu trabalho um dia se quer. As equipes seguem, tomando os devidos cuidados contra a aglomeração, trabalhando de maneira intensa para oferecer todo apoio às famílias que vivem em vulnerabilidade social, e neste momento de pandemia as necessidades foram ampliadas, assim bem como o apoio as famílias.

Advertisement
Continua depois da publicidade

“Todos que nos procuram no CRAS estão sendo atendidos com todo o carinho e respeito. Estamos seguindo orientação do Prefeito para que todo suporte seja oferecido às famílias em vulnerabilidade social e isso sempre foi feito. O CRAS sempre esteve de portas abertas acolhendo e atendendo a todos”, destacou Aline Fátima, Secretária Municipal de Assistência Social.

Devido a Pandemia, as equipes estão realizando atendimento direto no CRAS, onde as pessoas são recebidas pela equipe técnica da Secretaria.  Cíntia Aparecida Almeida Fonseca, assistente social explica como são feitos os atendimentos. “As pessoas devem comparecer no CRAS portando documentação pessoal e comprovante de residências atualizado. As equipes técnicas fazem o cadastro socioeconômico da família e ou indivíduo e após análise o benefício emergencial (cesta básica) é liberado de forma emergencial”, esclareceu a assistente social da Secretaria municipal de Assistência Social.

 

Cartão Reconstrução

Advertisement

Além das centenas de cestas básicas já distribuídas nesse período de pandemia, o CRAS também está realizando, até o dia 06 de maio, os procedimentos objetivando a inserção do cidadão no programa Cartão Reconstrução, medida do Governo do Estado do Espírito Santo para atender, com recursos financeiros, as famílias que foram atingidas pelas enchentes. Além da inserção no Cadastro Único-CadUnico-, as equipes também estão orientando o cidadão para o preenchimento de ficha técnica, além do Laudo que foi feito em parceria com a Defesa Civil municipal, documentos que serão encaminhados no dia 17 de junho para o governo do Estado que é autor do Programa e responsável pela analise de documentos e disponibilização dos recursos.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.