Coronavírus

Legislativo de Guaçuí é o primeiro no ES a realizar sessão ordinária por videoconferência

COMPARTILHE
355
Advertisement
Advertisement

O Legislativo Municipal de Guaçuí foi o primeiro no Espírito Santo a realizar uma sessão ordinária de forma virtual. A medida foi necessária para reduzir a propagação do coronavírus, resguardando a saúde dos parlamentares e servidores.

Brasileiro teme bem mais o coronavírus do que efeitos econômicos, indica pesquisa

Os brasileiros estão com mais medo de serem infectados pelo coronavírus, ou de terem...

Quarentena: governo do ES anuncia liberação de cestas básicas para alunos de escolas públicas

Para garantir a alimentação das crianças em idade escolar, o governador Renato Casagrande informou,...

Estado terá mais 65 mil testes para detecção do coronavírus

Em uma coletiva no início da noite desta sexta-feira (27), o governador Renato Casagrande...

De acordo com o presidente da Câmara, Ângelo Moreira (PSDB), a sessão virtual foi realizada nesta segunda-feira (23) e com grande êxito.

“Pudemos, com segurança a saúde dos servidores do Legislativo e dos parlamentares, de forma inédita no Estado, realizar a sessão ordinária por videoconferência. Nessa sessão aprovamos o Projeto de Lei Nº 005/2020, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a municipalidade a firmar um termo de fomento com o Lar dos Idosos ‘Frederico Ozanam’, podendo transferir R$ 63.840,00, em apoio a esta importante instituição, que hoje atende 41 idosos com idade a partir de 60 anos”, disse Moreira.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O presidente da Casa ressalta que a o Legislativo estava trabalhando já há algum tempo no projeto “Câmara Digital”. “Outra vantagem desse projeto é que não iremos utilizar papel na elaboração dos projetos, isso é muito bom para o meio ambiente agradece e gera mais economia aos cofres públicos”.

O vereador Zé Luiz Pirovani (PDT) aprovou o novo sistema de sessão online, mas relata que prefere a tradicional. “Entendemos que nos próximos meses as sessões ocorrerão de forma virtual, para evitarmos contatos diretos, evitando a propagação do coronavírus. Mas quando isso passar prefiro a sessão presencial, para termos o contato com o cidadão, eleitor”.

Advertisement