Esporte Nacional

Flamengo diz que é possível ficar 3 meses sem prejuízos por conta da pandemia

COMPARTILHE
13
Advertisement
Advertisement

Assim como praticamente todos os clubes pelo mundo, o Flamengo suspendeu todas as suas atividades por conta da paralisação provocada pela pandemia do novo coronavírus. Com tudo parado no Brasil, as receitas tendem a diminuir e prejudicar as finanças. Mas o time rubro-negro divulgou nesta terça-feira, com seu balanço financeiro de 2019, que fez uma breve projeção e chegou à conclusão de que é possível ficar até três meses sem maiores danos.

Jordan doará quase R$ 500 milhões para organizações que lutam contra o racismo

Michael Jordan e a Jordan Brand anunciaram nesta sexta-feira a doação de US$ 100...

Fred chega ao Fluminense de bicicleta, assina até julho de 2022 e já está no BID

Fred agora é oficialmente jogador do Fluminense. Anunciado como reforço pelo clube no último...

Mönchengladbach perde e pode deixar a zona de classificação à Liga dos Campeões

O Borussia Mönchengladbach sofreu um revés na sua esperança de se classificar à próxima...

Com uma receita bruta recorde de R$ 950 milhões e superávit de R$ 62 milhões, a diretoria do Flamengo destaca no documento exibido em seu site oficial que os impactos financeiros relativos à interrupção das partidas e dos campeonatos em 2020 podem ser absorvidos.

“Em relação a pandemia do COVID 19 que se alastrou pelo mundo e começou a impactar a região em meados de março, a Administração do CRF fez um teste de stress usando as informações disponíveis e projetando um cenário de interrupção de jogos por até 3 meses. A conclusão é de que os impactos financeiros são absorvíveis e não representam risco de continuidade nas operações. Acredita-se que a situação é transitória e que as receitas do clube, com exceção de bilheteria não sofrerão alterações significativas neste período, podendo ser compensados ainda ao longo do ano”, informou um trecho do balanço financeiro.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

O “teste de stress” feito pela direção do Flamengo é um procedimento realizado por bancos e outras empresas para simulação de risco de impacto em determinado cenário. O balanço financeiro foi auditado pela Ernest & Young e essa auditoria deu parecer positivo, mas fez uma ressalva em relação aos critérios utilizados pelo clube rubro-negro para calcular a capitalização dos gastos feitos em atletas de formação.

Com relação à receita recorde em 2019, a explicação está na venda de jogadores. Ao todo, o clube fez R$ 294 milhões em negociações e parte deste valor (R$ 49 milhões) ainda será recebida. Outro fator importante é a bilheteria: valor bruto de R$ 109 milhões, com resultado líquido de R$ 48 milhões. Além disso, recebeu R$ 61 milhões com o programa de sócio-torcedor.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.