Esporte Nacional

Grêmio e Inter aguardam resposta da Conmebol para saber punições na Libertadores

COMPARTILHE
20
Advertisement
Advertisement

Está nas mãos da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) a decisão sobre quais serão as punições para os oito jogadores de Grêmio e Internacional que foram expulsos na partida entre as equipes pela Copa Libertadores, no último dia 12, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Os departamentos jurídicos dos dois clubes apresentaram as defesas em audiência por teleconferência na segunda-feira e agora aguardam a resposta do Comitê Disciplinar da entidade.

Jordan doará quase R$ 500 milhões para organizações que lutam contra o racismo

Michael Jordan e a Jordan Brand anunciaram nesta sexta-feira a doação de US$ 100...

Fred chega ao Fluminense de bicicleta, assina até julho de 2022 e já está no BID

Fred agora é oficialmente jogador do Fluminense. Anunciado como reforço pelo clube no último...

Mönchengladbach perde e pode deixar a zona de classificação à Liga dos Campeões

O Borussia Mönchengladbach sofreu um revés na sua esperança de se classificar à próxima...

A partida acabou empatada sem gols, porém teve quatro expulsões para cada lado. Do lado do Grêmio, Paulo Miranda, Caio Henrique, Pepê e Luciano receberam o cartão vermelho. Pelo Internacional, os punidos foram Victor Cuesta, Moisés, Edenilson e Praxedes. Todas as expulsões foram durante uma confusão no final da partida, com uma briga generalizada. O árbitro do Gre-Nal foi o argentino Fernando Rapallini.

Na audiência, advogados dos clubes e os jogadores envolvidos prestaram depoimento. Como é comum nesses casos, primeiramente a Conmebol avalia o conteúdo e depois anuncia as punições. O temor de Grêmio e Internacional é de os jogadores receberem punições pesadas. O provável é que os atletas expulsos possam receber de uma até cinco partidas de suspensão, de acordo com a gravidade do envolvimento.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

O primeiro Gre-Nal da história da Libertadores se tornou o segundo jogo com mais expulsões da história da competição. A primeira partida nesse ranking foi entre Boca Juniors e Sporting Cristal, do Peru, pela fase de grupos de 1971. Na ocasião, foram apresentados 19 cartões vermelhos.

Caso seja aplicada a punição mais grave, com cinco partidas, o jogador só poderia voltar a atuar pela equipe na fase final da competição. Até agora na Libertadores os dois rivais gaúchos fizeram duas partidas e somaram quatro pontos cada. Ambos são líderes do Grupo E da competição. O Internacional leva vantagem por ter um saldo do gols melhor.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.