Segurança

Mãe morre e filha fica em estado grave ao caírem de brinquedo em parque de diversões em Itapemirim; local funcionava com irregularidades

COMPARTILHE
Foto: Emella Simões
20310
Advertisement
Advertisement

Uma fatalidade matou Miriam de Oliveira, 38 anos, e deixou sua filha de oito anos em estado grave após caírem de um brinquedo em um parque de diversões, no final da tarde deste sábado (1º), em Itaipava, balneário de Itapemirim.

Continua depois da publicidade

De acordo com informações da Polícia Civil, a mulher e a criança estavam em um brinquedo chamado “surf”, que faz uma rotação de 360º, e estavam sozinhas. O funcionamento estava normal no início, porém começou a girar muito rápido e fora de controle, quando foram arremessadas. A mãe caiu primeiro e teve a sua perna e o seu crânio atingidos pelo brinquedo, vindo a óbito no local.

Toda a cena foi assistida pelo marido da vítima, que ainda tentou puxar a esposa, mas foi atingido pelo aparelho na perna. A filha, que foi lançada para o lado contrário da mãe, e foi encaminhada com traumatismo craniano, em estado grave, para o Hospital Infantil de Cachoeiro de Itapemirim.

No local, a Polícia Militar prendeu o proprietário do parque de diversões e o operador do brinquedo. Eles foram autuados por homicídio culposo, lesão corporal culposa. O dono do parque ainda terá que responder por estar funcionando com irregularidades, pois estava sem o alvará de funcionamento da Polícia Civil.

Continua depois da publicidade

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.