Sem categoria

É possível usar produtos que tiveram contato com a enchente, mas com precauções, afirma médica

COMPARTILHE
658
Advertisement
Advertisement

Pouco mais de uma semana depois da maior enchente que Cachoeiro de Itapemirim vivenciou, é hora de levantar a cabeça, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Saiba quais são as oito cidades do Sul do ES com menor taxa de letalidade nos casos de Covid-19

Se, no Espírito Santo, 3,31% dos testados positivos para a Covid-19 vão a óbito,...

Empresários do turismo capixaba terão crédito especial para atravessar a pandemia; veja como contratar

Os empreendimentos capixabas do setor turístico impactados economicamente pelo novo Coronavírus (Covid-19) terão mais...

Cachoeiro: desinfecção será intensificada em bairros com maior incidência de Covid-19

A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim intensificará o serviço de desinfecção de espaços públicos...

Aos poucos, os comerciantes vão abrindo as portas e tentando retomar suas rotinas. Várias lojas estão com promoções, ofertando produtos com preços reduzidos, por conta do contato que tiveram com a água e a lama.

Alguns empresários decidiram colocar roupas, calçados, bijuterias e utensílios domésticos à venda, depois de devidamente lavados. Para a médica dermatologistas, não há contra indicação, desde que os cuidados necessários sejam tomados.

Advertisement
Continua depois da publicidade

“Objetos que tiveram contato com água e lama da enchente devem ser devidamente lavados. Roupas e sapatos devem ser lavados e bem secos pra evitar doenças como micoses. Já os utensílios domésticos precisam ser lavados e desinfetados, principalmente se forem ser usados na cozinha, pelo risco de transmissão de leptospirose, hepatite A e cólera”, alertou a médica dermatologista Roberta Goltara.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.