Sem categoria

É possível usar produtos que tiveram contato com a enchente, mas com precauções, afirma médica

COMPARTILHE
644
Advertisement
Advertisement

Pouco mais de uma semana depois da maior enchente que Cachoeiro de Itapemirim vivenciou, é hora de levantar a cabeça, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Sociedade Brasileira de Radioterapia orienta pacientes com câncer a manterem tratamento

A pandemia de coronavírus impôs em boa parte do mundo o isolamento social, uma...

Prefeitura de Guaçuí define ações para a prevenção do coronavírus

A prefeita de Guaçuí, Vera Costa, convocou uma reunião, na manhã desta segunda-feira (16),...

Educação investe mais de R$ 125 mil em material para as escolas de Guaçuí

A Prefeitura de Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), realizou a...

Aos poucos, os comerciantes vão abrindo as portas e tentando retomar suas rotinas. Várias lojas estão com promoções, ofertando produtos com preços reduzidos, por conta do contato que tiveram com a água e a lama.

Alguns empresários decidiram colocar roupas, calçados, bijuterias e utensílios domésticos à venda, depois de devidamente lavados. Para a médica dermatologistas, não há contra indicação, desde que os cuidados necessários sejam tomados.

Advertisement
Continua depois da publicidade

“Objetos que tiveram contato com água e lama da enchente devem ser devidamente lavados. Roupas e sapatos devem ser lavados e bem secos pra evitar doenças como micoses. Já os utensílios domésticos precisam ser lavados e desinfetados, principalmente se forem ser usados na cozinha, pelo risco de transmissão de leptospirose, hepatite A e cólera”, alertou a médica dermatologista Roberta Goltara.

Advertisement