Cidades

Carnaval 2020: Boa Vista brilha e mostra a força dos talentos da música capixaba

COMPARTILHE
Leonardo Silveira / Boa Vista
128
Advertisement
Advertisement

“Voa nas ondas do rádio minha águia voa e baila no céu de notas musicais o mestre dedilhando a viola fez escola na canção da paz, mas olha…”.

Fiscalização em Cachoeiro já fez 130 notificações para cumprimento de decreto

A equipe de fiscalização da Prefeitura de Cachoeiro, que verifica o cumprimento das medidas de...

Voluntários ajudam a alimentar animais de rua durante isolamento em Atílio Vivácqua

Pensando no animais de rua que passam fome e estão ainda mais abandonados durante...

Sistema de drenagem recebe manutenção em Itapemirim

A equipe operacional da secretaria de Obras e Urbanismo de Itapemirim (Semou) está intensificando...

Com o enredo “O voo da Águia anuncia: A festa é Boa pode chegar. Ao som de uma linda sinfonia a música capixaba celebrar”, a Boa Vista, quarta escola a desfilar no Grupo Especial, na madrugada deste domingo (16), fez a alegria dos foliões no Sambão do Povo.

Pentacampeã do Carnaval de Vitória, a escola de Cariacica mostrou por que deseja tanto a sexta estrela. A agremiação fez uma bela homenagem à música e às bandas capixabas que brilharam e ainda se destacam nos palcos capixabas, no Brasil e até mundo afora. Roberto Carlos, por meio de seu cover, foi destaque de um dos carros alegóricos, que também fazia homenagem a Alexandre Lima e trazia outros músicos locais.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A azul, vermelho e branco levou a boa música do Espírito Santo para a passarela e fez o público vibrar com um samba-enredo contagiante, encerrando o desfile sem qualquer incidente.

Foram quatro carros alegóricos, dois tripés, 20 alas e 2 mil componentes. Alguns dos artistas homenageados são: Maurício de Oliveira, Natercia lopes, Alemão do Forró, Mamíferos, Lula de Vitória, Carlos Papel, Amaro Lima, Manimal, Casaca, Macucos, a galera do Dia D, Xiru do sul, Beto Kauê, Andréa Nery e Edson Papo Furado, entre outros.

Sonho

“Sempre tive vontade de fazer essa homenagem à música e aos músicos capixabas. Deu certo este ano. Creio que consegui. E minha intenção foi não esquecer de ninguém, afinal é gente com muio estrada. Um desfile emocionante, que levantou a arquibancada e apresentou a história e o trabalho de nossos artistas com efeitos, harmonia e dedicação”, comemorou o presidente da escola, Emerson Xumbreha.

“Me agarrei no trio da folia. Reggae, rap, funk em união. Anjo preto, o samba é oração. Espírito Santo chegou nossa hora…Olha que coisa mais linda mais cheia de graça da Bossa Nova vou a Jovem Guarda para recordar filhos no nosso chão pela correnteza acordes de rara beleza revelam uma nova geração…” Essa era uma das partes do samba que contagiavam a galera.

Advertisement

Com criatividade, a escola encantou o público mostrando algumas das maiores riquezas do Espírito Santo:  a música, a cultura e o talento capixaba. Na apresentação, não faltaram os instrumentos característicos de cada artista. Muita cor e capricho na coreografia, nas grandiosas fantasias e nos grandes carros alegóricos para tentar mais um campeonato.

Advertisement