Economia

EUA retomam importação de carne in natura do Brasil

COMPARTILHE
11
Advertisement
Advertisement

Os Estados Unidos voltarão a comprar carne fresca (in natura) do Brasil. A importação estava suspensa desde junho de 2017. De lá para cá, os americanos vinham comprando apenas carne enlatada do Brasil. A informação foi confirmada pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina. “É uma ótima notícia para o Brasil. O mercado americano não é tão representativo para nós em termos de volume, mas é muito importante conceitualmente, por termos esse mercado aberto”, disse ao Estado.

Lucro líquido da Eletrobras cai 20% e atinge R$ 10,744 bi em 2019

A Eletrobras registrou um lucro líquido de R$ 3,12 bilhões no período entre outubro...

Senado vota socorro de R$ 600 a informais na 2ª-feira

A concessão de um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais será votada...

Bolsas de NY fecham em queda apesar de aprovação de pacote de estímulo econômico

As bolsas de Nova York fecharam em queda, mas reduziram perdas próximo ao horário...

Em junho de 2017, o governo americano suspendeu a importação de carne in natura brasileira. Em março daquele ano, após a deflagração da chamada Operação Carne Fraca pela Polícia Federal, os americanos passaram a inspecionar todos os lotes de carne in natura vendidos pelo Brasil. A decisão dos EUA se baseou em uma reação à vacina contra febre aftosa, uma lesão que, segundo pecuaristas, não afeta a qualidade da carne.

À época, o então ministro Blairo Maggi tentou reverter a decisão, sem sucesso, e chegou a declarar que era preciso entender que o Brasil estava exportando carne “para o maior concorrente que temos no mundo” e que, por isso, havia pressão grande de produtores americanos para que o embargo fosse efetivado.

Advertisement
Continua depois da publicidade

André Borges
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement