Geral

OMS: China tem 74.280 casos de infecção por coronavírus e 2.006 mortes

COMPARTILHE
11
Advertisement
Advertisement

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou para 74.280 o número de casos confirmados em laboratórios ou clinicamente diagnosticados de infecção por coronavírus na China. Nas últimas 24 horas, o número de mortes decorrentes do vírus registradas no país subiu em 136, de 1.870 para 2.006.

Rio chega a 106 mortes por covid-19; pelo menos 1.938 pessoas foram infectadas

Dezessete pessoas morreram de covid-19 e 250 novos casos da doença foram confirmados no...

DOU extra: MP abre crédito extraordinário de R$ 2,6 bilhões para Saúde

O governo federal abriu novo crédito extraordinário, no valor de R$ 2,6 bilhões, em...

Veja aplicativos que auxiliam professores nas aulas durante quarentena

Por conta da pandemia da Covid-19, medidas essenciais foram tomadas para que não houvesse...

Globalmente, a quantidade de casos subiu para 75.204 nas últimas 24 horas, devido à contabilização de 1.872 novas infecções. Fora da China, são 924 casos confirmados (120 novos) em 25 países, com três mortes no total. A classificação de risco da OMS permanece como “muito alta” para o país asiático e “alta” para o restante do mundo. O relatório considera informações prestadas até as 6 horas da manhã, no horário de Brasília.

“A OMS está trabalhando com uma rede internacional de modeladores estatísticos e matemáticos para estimar parâmetros chave do COVID-19 o coronavírus, tais quais o período de incubação, a taxa de mortalidade e o intervalo serial”, diz a instituição, em nota.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

De acordo com os últimos estudos e modelos estatísticos, as estimativas preliminares de tempo mediano de incubação do vírus estão entre cinco e seis dias, com intervalo entre zero e 14 dias. A taxa de mortalidade na China está em 2,3%, de acordo com os números do Centro de Controle de Doenças do país asiático até 11 de fevereiro.

A OMS lembra, no entanto, que a taxa de mortalidade chinesa pode ser diferente, já que os dados não consideram infecções menos graves que podem não ter sido identificadas pela vigilância do país, focada em pacientes hospitalizados por pneumonia.

A instituição considera que a taxa de fatalidade no restante do mundo deve ser inferior, mas diz que ainda é cedo para tirar conclusões porque os dados finais, de recuperações menos mortes, ainda não são conhecidos em outros países.

Cícero Cotrim
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement