Política Nacional

'Vou cumprir nova missão com mesmo zelo e empenho', diz Onyx

COMPARTILHE
18
Advertisement
Advertisement

Ao deixar a Casa Civil para assumir o Ministério da Cidadania, o ministro Onyx Lorenzoni chamou o presidente Jair Bolsonaro de “líder” e afirmou que, no governo, “não importa o número da camiseta” de cada integrante.

STF confirma remessa para o STJ de inquérito contra André Moura por peculato

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve na terça-feira, 18, por unanimidade,...

Tribunal absolve vereador que comparou Doria a Hitler em 'sátira' nas redes

A 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP)...

Bolsa Família já tem fila de 3,5 milhões de pessoas

A fila de brasileiros que esperam pelo Bolsa Família já chega a 3,5 milhões...

“O time Bolsonaro é humilde, é unido e é forte. Aqui, não importa o número da camiseta. O presidente me entrega hoje uma nova missão que eu vou cumprir com o mesmo zelo, a mesma dedicação e o mesmo empenho, para melhorar e transformar a vida dos brasileiros e das brasileiras”, afirmou. Na legenda do vídeo, Onyx escreveu: “uma nova missão”.

“Quero agradecer a todos que me acompanham junto com o presidente Jair Bolsonaro nessa luta que começou lá em 2017, ali em 13 de novembro de 2018 o presidente me deu uma missão que nós concluímos agora, por decisão do presidente”, disse Onyx na gravação.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

No lugar de Onyx, assumirá o general Walter Braga Netto, chefe do Estado Maior do Exército e que comandou a intervenção federal no Rio de Janeiro em 2018.

Onyx teve suas funções esvaziadas desde o ano passado após sofrer seguidos desgastes. Nas últimas semanas, Bolsonaro já dava sinais de que queria uma pessoa operacional, com perfil militar, para conduzir a coordenação do governo.

Julia Lindner e Jussara Soares
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement