Cidades

Rio Itapemirim sobre 2,30m e causa transbordamentos no interior de Cachoeiro

COMPARTILHE
6100
Advertisement
Advertisement

Em boletim divulgado às 17h30 desta quinta-feira (23), a Defesa Civil de Cachoeiro de Itapemirim relata que o nível do rio apresentou elevação de 2,30 metros acima do nível normal e houve transbordamento em alguns pontos nos distritos de Pacotuba e São Vicente.

Cachoeiro volta a ser citado como destino turístico, desta vez para evitar coronavírus

Cachoeiro de Itapemirim voltou a ser citado como opção de destino turístico para os...

Segurança e animação marcaram o Carnaval nas ruas e praias de Anchieta

Os cinco dias de Carnaval nos balneários e sede de Anchieta, encerrado nesta terça-feira...

Inpe emite aviso meteorológico para chuva forte em quase todo Espírito Santo; veja as cidades sob alerta

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) emitiu alerta para chuva forte nas próximas...

A Defesa Civil recomenda precaução a quem mora em áreas próximas ao rio Itapemirim e a córregos do município. Outra orientação é para que população guarde seus pertences principais, sobretudo, documentos pessoais, fora de locais que apresentem risco de alagamento. Também é indicado que pessoas idosas ou que tenham dificuldades de locomoção se abriguem em locais mais seguros.

“Monitoramos 24h as oscilações do rio, acompanhando, também, as informações sobre a situação no Caparaó e as previsões dos institutos meteorológicos. É preciso que a população fique alerta, mas mantendo a tranquilidade. Estamos trabalhando com ações preventivas desde o início da semana”, explica o coordenador da Defesa Civil de Cachoeiro, Francisco Inacio Daroz.

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

Limpeza e acompanhamento

Após reunião de planejamento realizada na segunda-feira (20), equipes da Prefeitura de Cachoeiro inciaram ações preventivas para as chuvas previstas durante a semana. Bueiros e galerias de drenagem recebem atividades de manutenção, limpeza e desobstrução, com foco principal em áreas com maior tendência de alagamentos.

A prefeitura também continua dando suporte a famílias atingidas no último fim de semana, nos distritos de São Vicente e Conduru e no bairro Nossa Senhora Aparecida, além de enviar doações arrecadadas no Pavilhão da Ilha da Luz para as vítimas das chuvas em Alfredo Chaves, Iconha e Vargem Alta.

Advertisement

A Defesa Civil pode ser acionada pelos telefones 199 e (28) 98814-3497.

 

Confira mais recomendações da Defesa Civil:

Antes das chuvas

– Realize limpeza preventiva de telhados, calhas e canos de descida de água.

– Substitua telhas quebradas e fixe estrutura de telhados que possam se soltar com ventos fortes.

– Desobstrua ralos, valas e tubos de coleta de água.

– Retire entulhos da sua calçada e dos quintais.

– Providencie a poda dos galhos de árvores que coloquem em risco o telhado da residência.

– Não jogue lixo, sacolas plásticas ou garrafas pet nas ruas e margens de rios e córregos.

– Acompanhe as informações meteorológicas pela imprensa, internet ou boletins da Defesa Civil.

– Direcione canos de descida de água das calhas para a tubulação de coleta de água pluvial.

 

Durante as chuvas

– Tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso.

– Acompanhe a mídia local, para verificar a previsão do tempo ou os informes sobre o evento adverso.

– Em caso de tempestade com raios e ventos fortes, não suba em telhados para fazer manutenções de emergência.

– Quando estiver na rua, não procure abrigo embaixo de árvores, estrutura metálica ou outdoor, em caso de tempestade com raios e ventos fortes.

– Desligue a energia elétrica de locais onde os utensílios e equipamentos elétricos possam ser atingidos pela chuva.

– Mantenha as portas e janelas sempre bem fechadas ou trancadas, evitando danos severos que possam ser causados pelo vento forte.

– Se for morador de local próximo ao rio ou a córregos, fique atento ao nível de água. Se estiver subindo rapidamente e além do normal, vá com a família para um lugar seguro.

– Não deixe crianças brincando em áreas alagadas ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contrair doenças graves, como hepatite e leptospirose.

 

Depois das chuvas

– Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou estejam em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito.

– Cuidado com a água que for beber. Veja se não foi contaminada pela inundação, o que traz sérios riscos à saúde.

– Cuidado, também, com os alimentos: os atingidos pela água podem estar contaminados.

Advertisement