Cidades

Prefeitura de Guaçuí vai construir 31 casas populares com recursos próprios

COMPARTILHE
Divulgação PMG
600
Advertisement
Advertisement

Na manhã desta quarta-feira (8), foi assinada mais uma ordem de serviço pela prefeita de Guaçuí, Vera Costa, em seu gabinete. E desta vez, como ela mesma destacou, foi autorizada uma obra que há muito tempo era um dos principais objetivos da atual administração: a construção de 31 casas populares que serão construídas no bairro Horto Florestal.

Feirão da Solidariedade em Cachoeiro tem produtos com 30% de desconto e até preço de custo

Começou, nesta terça-feira (18), o “Feirão da Solidariedade”, organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento...

Avenidas centrais de Guaçuí ganham nova iluminação

A Prefeitura de Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura e Serviços...

Centros culturais de Cachoeiro oferecem oficinas artísticas gratuitas

Os centros culturais de Cachoeiro de Itapemirim serão utilizados para várias oficinas artísticas gratuitas...

A obra vai começar assim que for finalizado o serviço de terraplanagem – que será feito pela Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura e Serviços Públicos (Semoisp) – e serão investidos R$ 1.999.500,35, sendo utilizados recursos próprios do município.

A previsão é que as casas sejam entregues até o final do mês de junho, conforme destacado pelo secretário municipal de Obras, Marcello Rodolfo. “Vamos iniciar a terraplanagem assim que o terreno secar um pouco mais e a empresa já poderá iniciar a obra”, afirmou.

Advertisement
Continua depois da publicidade

As casas, com mais de 48 metros quadrados (m²) são compostas de dois quartos, sala conjugada com a cozinha, cobertas com telhado colonial e metálico, além de área de serviço e espaço para garagem, num total de 60,72 m², mas não permite a construção de um segundo pavimento. A obra ainda consiste em pavimentação em PAVS, calçada cidadã, iluminação pública, rede de água e esgoto (incluindo uma Estação de Tratamento de Esgoto, com capacidade para atender 100 residências), além de um campo society e praça com parque infantil.

Conforme explicou a prefeita Vera Costa, as famílias que serão contempladas com uma casa já estão cadastradas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos, Trabalho e Renda (Semasdh) e fazem parte de uma lista de 50 nomes inscritos em outra oportunidade, quando o município iria receber a construção de casas populares feita pelo Governo Federal. “Então, desses 50, iremos selecionar as 25 famílias que mais precisam e não têm condições de adquirir a casa própria, além de outras seis famílias que, hoje, vivem numa invasão no próprio Horto Florestal”, explicou. “As assistentes sociais da Prefeitura já estão trabalhando nessa seleção”, completou a prefeita, com a confirmação feita pela secretária municipal de Assistência Social, Josilda Amorim, que também estava presente à assinatura da ordem de serviço.

A prefeita Vera Costa disse estar feliz e emocionada em poder realizar o sonho de construir casas para quem realmente precisa. “Não queria terminar meu mandato sem conseguir realizar uma obra como essa, construindo casas de qualidade e com infraestrutura, apesar de sabermos que não vamos poder atender a todos do município que precisam, mas pelo menos, estamos realizando o sonho de alguns, utilizando recursos do município, o que não é fácil”, disse. “Por isso, essa é a realização de um sonho que contou com a participação de toda a equipe da Prefeitura, porque esses recursos são fruto de muita economia feita por todas as secretarias”, completou.

Também estavam presentes à assinatura da ordem de serviço os vereadores Paulinho do Vitalino, Cícero Augusto, Licinho, Marcos do Goes e Zé Ruim, que elogiaram muito a iniciativa da admininstração. Além do representante da empresa responsável pela obra, Lucas Brandão.

Advertisement

 

Advertisement