Espírito Santo

Escolas estaduais receberão quase R$ 4 milhões para aquisição de equipamentos

COMPARTILHE
124
Advertisement
Advertisement

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Sedu), destinará quase R$ 4 milhões para os Conselhos de Escola da Rede Estadual. O valor do recurso financeiro será executado por meio das contas do Programa Estadual de Gestão Financeira Escolar (Progefe). A portaria que estabelece o recurso de capital foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (13).

Alerta: chuvas fortes no Caparaó podem causar enchentes no Rio Itapemirim esta madrugada

As fortes chuvas não cessam em todo o Espírito Santo. Desde às 16h desta...

Sedes cria grupo de trabalho para auxiliar retomada econômica dos municípios afetados pelas chuvas no ES

Representantes da Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) se reuniram, na manhã desta segunda-feira (20), com...

Auditores Fiscais Federais Agropecuários do ES atuaram rapidamente para conter o risco de consumo de cerveja contaminada

A ação rápida dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Affas) do Espírito Santo foi essencial...

Um total de 443 unidades de ensino da Rede serão beneficiadas e terão autonomia para aplicação no que for necessário ao ambiente escolar no decorrer de 2020. As escolas podem adquirir, por exemplo, data show, notebook multifuncional, impressoras, câmera de videomonitoramento, dentre outros equipamentos. Durante a gestão do governador Renato Casagrande, a soma de investimentos em 2019 e no início de 2020 já se aproxima dos R$ 10 milhões, enquanto na gestão anterior, de 2015 a 2018, o repasse feito foi de cerca de R$ 8,3 milhões.

O subsecretário de Administração e Finanças da Sedu e secretário em exercício, Josivaldo Barreto, destaca que “nosso intuito é que o ano letivo comece com as escolas mais preparadas, tanto em relação à estrutura física quanto ao desempenho das funções pedagógicas”, afirmou.

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

Recurso de custeio

A Sedu também fez, recentemente, repasse de recurso de custeio para que as escolas se preparem para o início do ano letivo. Foram destinados quase R$ 35 milhões aos Conselhos de Escola com o objetivo de permitir que as unidades invistam em manutenção, atividades pedagógicas e administrativas.

Advertisement

Advertisement
Publicidade