Geral

Saúde diz que caso de BH 'não se enquadra como suspeito' de coronavírus

COMPARTILHE
14
Advertisement
Advertisement

O Ministério da Saúde informou, por meio de nota, que “não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil” de infecção por coronavírus. A nota do ministério contradiz a Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Minas Gerais, que classificou como “caso suspeito de coronavírus” o de uma mulher de 35 anos que está internada em Belo Horizonte.

Anvisa reforça que uso de ivermectina não é recomendado contra coronavírus

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou que o uso de ivermectina não...

Cidades da Baixada Santista registram movimentação nas praias neste sábado

Mesmo diante da pandemia do novo coronavírus, o sábado de sol levou moradores e...

Polícia prende suspeito de matar jovem no litoral de São Paulo

A polícia prendeu no final da tarde desta sexta-feira, 10, em Ilhabela, um homem...

“O caso noticiado pela SES/MG não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS), tendo em vista que o paciente esteve em Xangai, onde não há, até o momento, transmissão ativa do vírus. De acordo com a definição atual da OMS, só há transmissão ativa do vírus na província de Whuan”, explicou o ministério da Saúde.

Segundo a pasta, o governo federal faz “monitoramento diário da situação junto à OMS, que acompanha o assunto desde as primeiras notificações de casos, em 31 de dezembro de 2019”.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

A paciente suspeita para o coronavírus em Belo Horizonte está internada no Hospital Eduardo Menezes (HEM). Segundo a Secretária de Saúde mineira, a mulher desembarcou na capital do Estado no último sábado, 18, apresentando “sintomas respiratórios compatíveis com a doença respiratória viral aguda”.

Na China, o número de infectados chegou a 550 pessoas, com 17 mortes confirmadas.

Gregory Prudenciano
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.